Singrando Horizontes

Vive muito mais feliz
quem bebe as águas das fontes,
e, também, minh´alma diz,
quem vai Singrando Horizontes !
(Ialmar Pio Schneider - Porto Alegre/RS)

Vai, Singrando Horizontes,
O infinito é a ambição
rumo aos mais distantes montes,
rumo à imaginação!
(Sinclair Pozza Casemiro - Campo Mourão/PR)

Você é a Gralha Poeta
que leva nossa poesia
ao mundo, em que o grande esteta
criou com tanta harmonia!
(Nei Garcez – Curitiba/PR)
Nas artes e na literatura, vão surgindo as classificações didáticas, as separações por faixas etárias, estilos, temáticas etc. Ha professores e alunos no Brasil, que aprendem só isso da produção artística. Decoram nomes, escolas e datas, mas não se embrenham nos livros, preferem o futebol ou o vídeo-game. A Literatura de boa qualidade nos empolga, lemos sem poder largar o livro, as páginas suscitam nossa emoção, respondem ou provocam perguntas.

Sem a Literatura acumulada nos séculos, o ser humano estaria muito mais próximo da animalidade que ainda o caracteriza nas páginas policiais. Em minhas oficinas ninguém gasta muito tempo com aquela americana lista de soft, hard etc. etc. Falamos em cenas que não saem da memória, em emoções que derramam lágrimas, falamos em idéias e como expressa-las com eficiência. Quem entra em um Museu não fica procurando renascentistas, impressionistas, dadaistas, cubistas ou abstracionistas. O espectador inteligente não procura escolas ou datas, procura obras primas. Nossa ambição deve ser a obra-prima.

(André Carneiro)


Fonte da Imagem da Pomba = http://www.senado.gov.br/portaldoservidor/jornal/jornal121/qualidade_vida_paz.aspx

terça-feira, 27 de abril de 2010

Andreia Donadon Leal recebe Medalha da Académie des Arts, Sciences et Lettres



A ex-aluna do Curso de Letras da Universidade Federal de Ouro Preto (1998-2001), a artista plástica mineira Andreia Donadon Leal - de nome artístico Deia Leal, reberá a Medalha de Bronze da Académie des Arts, Sciences et Lettres, sob a égide de René Flament, fundada em 1915, coroada pela Academia Francesa, cujo Patrono é o Presidente da República da França, Senhor Nicolas Sarkozy, no dia 05 de junho de 2010, em Paris, pelos relevantes serviços prestados à cultura, às letras e às artes no Brasil.

A artista plástica é formada em Letras pela UFOP, Pós-graduada em Artes Visuais - Cultura & Criação, Membro de diversas instituições culturais e Academia de Letras. Seus trabalhos foram expostos na Alemanha, Espanha, Itália, França, Chile, China, Polônia, República Tcheca, México e outros países.

Em 2009 ganhou o Certame Internacional de Artes Plásticas promovido pela Asociación Cultural Valentin Ruiz Aznar e pela Secretaria de Cultura de Maracena - Espanha, com participação de 35 países. Venceu diversos concursos literários e projetos de incentivo à leitura - vencedora do VivaLeitura - 2009 - com o Projeto: Poesia Viva: a poesia bate à sua porta.

Essa Academia ocupa um lugar privilegiado, dentro da defesa, encorajamento e promoção da Cultura através das Artes, Ciências e Letras. Um dos objetivos é enfatizar, promover e premiar o trabalho dos dirigentes, criadores, promotores, produtores e de talentos eméritos nessas disciplinas.

A Academia conta com o brilhante trabalho dos Delegados na França e no mundo inteiro, cuja devoção é apresentar futuros candidatos que mereçam receber as mais altas insígnias das Artes, Ciências e Letras.

Essa premiação é a coroação dos relevantes serviços prestados ao longo de suas carreiras dentro das suas atividades intelectuais, profissionais, culturais e sociais, realizados em seus países.

Alguns Laureados nos últimos 94 anos:

Citamos alguns laureados ao longo desses 90 anos de existência:
Rainha da Bélgica, Rainha Sikit da Tailândia, Louis Lumiére, Cardeal Verdier, Sacha Guitry, Louis Breguet, Colette, Marie Curie, Marcel Prevost, Georges Duhamel, Marisa Bastie, Paul Claudel, Marcel Pagnol, Yves Duteil, Paul Belmondo, Jean Yves Cousteau, Line Renaud, Christian Cabrol, Jean Marie Lehn, Jean Carriére, Xavier Emmanuell, François Nourrissier, Maurice André, Cardeal Paul Poupard, Abdoulaye Wade, Presidente do Senegal, Michelle Morgan, Professor Alain Berthoz, Remo Forlani, Princesa Lalla Meryem de Marrocos, Peter Bloch, Soledad Lopez, David Douillet, Campeão Olímpico de Judô, Colette, Professor Pasteur, Alain Decaux, Os Irmãos Farman, Maurice Schumann, Pierre Osenat, Mick Micheyl, Yves Berger, Traian Basescu Presidente da Romênia, Fabrice Luchini, Milton Nascimento, Milton Gonçalves, José Wilker, Marcos Pontes, Mauricio de Sousa, Ignácio Coqueiro, Maria Rita, Edgardo Martolio, Gerald Thomas Aloysio Legey, Ruy Ohtake,Joel Zito de Araujo, Isis Berlinck Renault, Seu Jorge, Leci Brandão, Ângela Leal, Professor Erasmo Nuzzi, Pedro Garcia, Hamilton Faria, Alcione, Antonio Pitanga, Altay Veloso, Gagliastri, Nikko Kali, Stella Leonaros, Lygia Bastos, etc...

Laureados Brasileiros de 2009.

Nesse ano de 2009, a Academia outorgou suas insígnias a 200 Laureados do mundo inteiro.
Medalha de Ouro 2009:

A cantora Alcione, o compositor Altay Veloso, o ator Antonio Pitanga, a escritora Lygia Bastos, o escritor Antonio Campos, o escultor Gagliastri, o artista plastico Nikko Kali, a poeta Stella Leonardos.

Medalha de Prata 2009:

A estilista, Simone AZANK, as escritoras, Mme. Mara BASTOS, Eliane DANTAS, Maria Emilia GENOVESI, Mme. Maria Amélia PALLADINO, Betty SILBERSTEIN; os artistas plásticos, Marilza CASOTTI, Rosina D’ANGINA, Sonia MADRUGA, Leopoldo MARTINS, Celso PARUBOCZ, BERENIC, Therezinha de Araujo LIMA, Elda Evelina VIEIRA; os escritores, Elvandro BURITY, a soprano, Leda MONTEIRO LEITE MARIOTTO,

Medalha de Bronze 2009:

Os artistas plásticos: A. BARBOSA, Cris BRAHENCHA, Marcelo BRILHA, Tina DUBAG, Bia FINKIELSZTEJN, Mel GAMA, Solange PALATNIK; a escritora Monica Yvonne ROSEMBERG.

Fonte:
– Colaboração de J. B. Donadon

Nenhum comentário:

Autor Anônimo (Oração do Cão Abandonado)

DEUS
Sei que sou um ser criado por ti, para ser amado
pelos homens mas nasci sem a sorte de alguns de minha espécie.

Hoje meu dono levou-me a um passeio de carro.
Chegamos em uma praça, ele tirou minha coleira,
me fez descer do carro, e virando-me as costas,
foi embora e nem se despediu.

Tentei segui-lo mas o carro corria muito e não pude alcançá-lo.
Caí exausto no asfalto. Ainda não entendi. Por que ele me abandonou?

Eu sempre o recebi abanando o rabo, fazia festa e lambia seus pés.
Sempre lati forte, para defendê-lo e afastar os estranhos da porta.

Eu brincava com as crianças... ah! elas me adoravam.
Que saudades. Será que elas ainda se lembram de mim?

Deus, eu fico imaginando como seria bom se eu pudesse
comer agora. Puxa, estou faminto.

Não tenho água para beber, e estou tão cansado.

Procuro um cantinho onde possa me abrigar da chuva,
mas muitas vezes sou chutado.
As pessoas não gostam muito de mim aqui nas ruas.

Estou fraco, não consigo andar muito,
mas encontrei enfim um lugar para passar essa noite.

Está muito frio e o chão está molhado.
Já não tenho pêlo para me aquecer, estou doente,
e creio que ainda hoje vou me encontrar contigo.
Aí no céu meu sofrimento vai terminar.

Peço-vos então, pelos outros, por todos os cãezinhos e animais
abandonados nas ruas, nos parques, nas praças.

Mande-lhes pessoas que deles tenham compaixão,
pois sozinhos, viverão poucos meses, serão atropelados,
sofrerão maltratos dos impiedosos. Proteja-os.

Amenize-lhes esse frio, com o calor das pessoas abençoadas.

Diminua-lhes a fome, tal qual a que sinto, com o alimento do amor que me foi negado.

Sacie-lhes a sede com a água pura dos Seus ensinamentos.

Elimine a dor das doenças, dos maltratados, estirpando a
ignorância do homem.

Tire o sofrimento dos que estão sendo sacrificados em atos
apregoados como religiosos, científicos, tirando das mãos
humanas a sede pelo sangue.

Abrande a tristeza dos que, como eu, foram abandonados,
pois, dentre todos os sofrimentos, esse foi o maior e mais
duro de suportar.

Receba, DEUS, nesta noite gelada, a minha alma, e
minha oração pelos que aqui ficam. É por eles que vos peço,
pois não são humanos, mas são Seus filhos, e são leais e inocentes, e foram criados por Suas mãos e merecem o Seu abrigo.

Amém.

Enviar a pagina em pdf por e-mail

Send articles as PDF to