Singrando Horizontes

Vive muito mais feliz
quem bebe as águas das fontes,
e, também, minh´alma diz,
quem vai Singrando Horizontes !
(Ialmar Pio Schneider - Porto Alegre/RS)

Vai, Singrando Horizontes,
O infinito é a ambição
rumo aos mais distantes montes,
rumo à imaginação!
(Sinclair Pozza Casemiro - Campo Mourão/PR)

Você é a Gralha Poeta
que leva nossa poesia
ao mundo, em que o grande esteta
criou com tanta harmonia!
(Nei Garcez – Curitiba/PR)
Nas artes e na literatura, vão surgindo as classificações didáticas, as separações por faixas etárias, estilos, temáticas etc. Ha professores e alunos no Brasil, que aprendem só isso da produção artística. Decoram nomes, escolas e datas, mas não se embrenham nos livros, preferem o futebol ou o vídeo-game. A Literatura de boa qualidade nos empolga, lemos sem poder largar o livro, as páginas suscitam nossa emoção, respondem ou provocam perguntas.

Sem a Literatura acumulada nos séculos, o ser humano estaria muito mais próximo da animalidade que ainda o caracteriza nas páginas policiais. Em minhas oficinas ninguém gasta muito tempo com aquela americana lista de soft, hard etc. etc. Falamos em cenas que não saem da memória, em emoções que derramam lágrimas, falamos em idéias e como expressa-las com eficiência. Quem entra em um Museu não fica procurando renascentistas, impressionistas, dadaistas, cubistas ou abstracionistas. O espectador inteligente não procura escolas ou datas, procura obras primas. Nossa ambição deve ser a obra-prima.

(André Carneiro)


Fonte da Imagem da Pomba = http://www.senado.gov.br/portaldoservidor/jornal/jornal121/qualidade_vida_paz.aspx

sábado, 10 de abril de 2010

IX Bienal do Livro do Ceará (9 a 18 de Abril)


Durante dez dias, Fortaleza é a capital nacional da literatura. Desde sexta-feira (9), no Centro de Convenções do Ceará, a IX Bienal Internacional do Livro do Estado do Ceará, com uma ampla programação de atividades que segue até o dia 18 de abril. Este ano, a Bienal do Livro tem como tema “O Livro e a Leitura dos Sentimentos do Mundo” e pretende revelar os caminhos que se unem no universo da leitura. A homenageada desta edição é a escritora cearense Rachel de Queiroz, que completaria 100 anos em 2010 e cujas obras irão nomear espaços montados no local de realização do evento. A Bienal do Ceará reunirá alguns dos principais nomes da literatura nacional, editoras, livrarias e profissionais que compõem as cadeias do livro e da leitura.

A programação da Bienal do Livro do Ceará 2010 contará com lançamentos de livros, palestras e encontros entre escritores e o público. Nomes consagrados como Carlos Heitor Cony, Emir Sader, Thiago de Mello, Ana Miranda, Affonso Romano de Sant´Anna e Lira Neto dividirão espaço com novos talentos da literatura nacional e cearense. As crianças e seus pais serão brindados com uma série de atividades dentro da Arena Infantil “O Menino Mágico” e em outros momentos ao longo da Bienal, trazendo a Fortaleza ícones da literatura infantil, como o criador da Turma da Mônica, Maurício de Souza, o cartunista e criador do Menino Maluquinho, Ziraldo; e escritores de gerações distintas, como Pedro Bandeira, Marina Colasanti e Thalita Rebouças. Outra atração para as crianças é a apresentação dos espetáculos Palavra Cantada e Pequeno Cidadão, com a participação de Arnaldo Antunes e Edgard Scandurra.

As obras musicais também terão destaque com as presenças do produtor e escritor Nelson Motta, que lançará o livro “Força Estranha”, e do cantor e compositor Erasmo Carlos, que faz o show de abertura em evento para convidados e, no dia seguinte, lança seu livro de memórias “Minha Fama de Mau”, em um encontro com o público. Outro lançamento biográfico da Bienal será o livro "Boa Noite: Cid Moreira, a grande voz da comunicação do Brasil", que contará com a presença do ícone do telejornalismo brasileiro. Os espetáculos musicais serão outro ponto alto da programação, com apresentações ainda da Orquestra Filarmônica do Ceará com o Maestro Gladson Carvalho e da Batucada Elétrica, com Hoto Junior e Banda.A programação completa está disponível no site oficial da Bienal Internacional do Livro, pelo endereço http://www.bienaldolivro.ce.gov.br/

Homenagem a Rachel de Queiroz
No ano em que completaria 100 anos, a escritora Rachel de Queiroz será a grande homenageada da IX Bienal Internacional do Livro do Ceará. Além de dar nomes a diversos espaços dentro do Centro de Convenções, a escritora será lembrada no espaço “Não Me Deixes”, elaborado para homenagear a ilustre cearense e que traz o nome da fazenda de Rachel, localizada em Quixadá, sertão cearense. O “Não Me Deixes” irá trazer diariamente uma mostra voluntária de autores cearenses em homenagem a Rachel de Queiroz, abrindo uma oportunidade e ao mesmo tempo reconhecendo o trabalho de diversos grupos e projetos literários do Ceará, dentre os quais: Literatura de Lua (Livraria Lua Nova); Poesia Remix/Quintais Poéticos; Bazar das Letras do Sesc; Sociedade Amigas do Livro; Academias de Letras do Ceará; Abraço Literário; Associação Cearense de Escritores; Concerto nº UMnico de Poetas Independentes; Zona Poética Liberada; Eu Sou Cidadão, da Associação das Primeiras Damas do Ceará (APDM-CE); Academia Maria Ester de Literatura; Papo Literário (TVC) e muitos outros.

Aniversário de Fortaleza
No dia 13 de abril, data de comemoração do aniversário da cidade de Fortaleza, a Bienal terá uma programação especial. Está agendada a execução do Hino de Fortaleza e um cortejo do Maracatu Nação Fortaleza, além do lançamento da quarta edição do livro Fortaleza Belle Èpoque, do historiador Sebastião Ponte, e da realização de uma mesa especial de debates, reunindo alguns dos mais conceituados memorialistas do Ceará, como Airton Monte, Narcélio Limaverde e Zenilo Almada.

Ação Social e Visitação Escolar
O projeto Visitação Escolar à IX Bienal Internacional do Livro, do Programa Por Um Pacto Social pelo Livro, da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult), irá levar mais de 46 mil alunos da rede pública e privada de ensino para o mundo do livro, percorrendo os corredores do Centro de Convenções durante o evento. Muitos desses alunos visitantes são participantes inscritos no concurso de redação “A Bienal nas Escolas”, cujo tema este ano foi “Ser culto é a única forma de ser livre”, verso do poeta libertário cubano José Martí. A ação premiará oito alunos e suas escolas e o resultado será divulgado durante a abertura da Bienal.

Seminário
A Bienal Internacional do Livro terá também a realização do seminário Cultura, Democracia e Socialismo na América Latina e Caribe, que reunirá destacados intelectuais para discutir integração cultural, comunicação e o futuro do Socialismo na América Latina e Caribe. Entre os nomes consagrados da literatura que participarão estão o cientista político Giuseppe Cocco (Brasil-RJ), o antropólogo Eduardo Viveiros de Castro, o sociólogo e cientista político Emir Sader (Brasil-SP) e a pesquisadora Aimeé Vega Montiel (México), além da presença da Ministra do Poder Popular para a Comunicação e a Informação da Venezuela, Blanca Eekhout.

IX Bienal Internacional do Livro do Estado do Ceará
Local: Centro de Convenções de Fortaleza
Data: 9 a 18 de abril de 2010
Site: http://www.bienaldolivro.ce.gov.br/
Twitter: @bienaldolivroce

Nenhum comentário:

Autor Anônimo (Oração do Cão Abandonado)

DEUS
Sei que sou um ser criado por ti, para ser amado
pelos homens mas nasci sem a sorte de alguns de minha espécie.

Hoje meu dono levou-me a um passeio de carro.
Chegamos em uma praça, ele tirou minha coleira,
me fez descer do carro, e virando-me as costas,
foi embora e nem se despediu.

Tentei segui-lo mas o carro corria muito e não pude alcançá-lo.
Caí exausto no asfalto. Ainda não entendi. Por que ele me abandonou?

Eu sempre o recebi abanando o rabo, fazia festa e lambia seus pés.
Sempre lati forte, para defendê-lo e afastar os estranhos da porta.

Eu brincava com as crianças... ah! elas me adoravam.
Que saudades. Será que elas ainda se lembram de mim?

Deus, eu fico imaginando como seria bom se eu pudesse
comer agora. Puxa, estou faminto.

Não tenho água para beber, e estou tão cansado.

Procuro um cantinho onde possa me abrigar da chuva,
mas muitas vezes sou chutado.
As pessoas não gostam muito de mim aqui nas ruas.

Estou fraco, não consigo andar muito,
mas encontrei enfim um lugar para passar essa noite.

Está muito frio e o chão está molhado.
Já não tenho pêlo para me aquecer, estou doente,
e creio que ainda hoje vou me encontrar contigo.
Aí no céu meu sofrimento vai terminar.

Peço-vos então, pelos outros, por todos os cãezinhos e animais
abandonados nas ruas, nos parques, nas praças.

Mande-lhes pessoas que deles tenham compaixão,
pois sozinhos, viverão poucos meses, serão atropelados,
sofrerão maltratos dos impiedosos. Proteja-os.

Amenize-lhes esse frio, com o calor das pessoas abençoadas.

Diminua-lhes a fome, tal qual a que sinto, com o alimento do amor que me foi negado.

Sacie-lhes a sede com a água pura dos Seus ensinamentos.

Elimine a dor das doenças, dos maltratados, estirpando a
ignorância do homem.

Tire o sofrimento dos que estão sendo sacrificados em atos
apregoados como religiosos, científicos, tirando das mãos
humanas a sede pelo sangue.

Abrande a tristeza dos que, como eu, foram abandonados,
pois, dentre todos os sofrimentos, esse foi o maior e mais
duro de suportar.

Receba, DEUS, nesta noite gelada, a minha alma, e
minha oração pelos que aqui ficam. É por eles que vos peço,
pois não são humanos, mas são Seus filhos, e são leais e inocentes, e foram criados por Suas mãos e merecem o Seu abrigo.

Amém.

Enviar a pagina em pdf por e-mail

Send articles as PDF to