Singrando Horizontes

Vive muito mais feliz
quem bebe as águas das fontes,
e, também, minh´alma diz,
quem vai Singrando Horizontes !
(Ialmar Pio Schneider - Porto Alegre/RS)

Vai, Singrando Horizontes,
O infinito é a ambição
rumo aos mais distantes montes,
rumo à imaginação!
(Sinclair Pozza Casemiro - Campo Mourão/PR)

Você é a Gralha Poeta
que leva nossa poesia
ao mundo, em que o grande esteta
criou com tanta harmonia!
(Nei Garcez – Curitiba/PR)
Nas artes e na literatura, vão surgindo as classificações didáticas, as separações por faixas etárias, estilos, temáticas etc. Ha professores e alunos no Brasil, que aprendem só isso da produção artística. Decoram nomes, escolas e datas, mas não se embrenham nos livros, preferem o futebol ou o vídeo-game. A Literatura de boa qualidade nos empolga, lemos sem poder largar o livro, as páginas suscitam nossa emoção, respondem ou provocam perguntas.

Sem a Literatura acumulada nos séculos, o ser humano estaria muito mais próximo da animalidade que ainda o caracteriza nas páginas policiais. Em minhas oficinas ninguém gasta muito tempo com aquela americana lista de soft, hard etc. etc. Falamos em cenas que não saem da memória, em emoções que derramam lágrimas, falamos em idéias e como expressa-las com eficiência. Quem entra em um Museu não fica procurando renascentistas, impressionistas, dadaistas, cubistas ou abstracionistas. O espectador inteligente não procura escolas ou datas, procura obras primas. Nossa ambição deve ser a obra-prima.

(André Carneiro)


Fonte da Imagem da Pomba = http://www.senado.gov.br/portaldoservidor/jornal/jornal121/qualidade_vida_paz.aspx

sábado, 25 de janeiro de 2014

José Feldman (Aquarela de Trovas n. 16)


Tão bela, tão generosa,
símbolo eterno da paz,
pede desculpas a rosa
pelos espinhos que traz!
A.A. DE ASSIS (PR)
-

Mesmo pequeno e roliço,
no mundo, ninguém calcula;
quem foi que deu um sumiço
no dedo da mão de Lula!
ADEMAR MACEDO (RN)
-

Com a luz, pai, que me deste,
do teu meigo olhar profundo,
eu vejo – no mundo agreste,
toda a beleza do mundo.
ANIS MURAD (RJ)
-
Sua trova – uma obra-prima –
não tem se classificado!?
Quando ele acerta na rima,
o verso é de pé quebrado!
ARLINDO TADEU HAGEN (MG)
-
Vendo os dotes da Jussara
no seu biquíni miúdo,
morro de inveja do cara
que é dono daquilo tudo!!!
CLARINDO BATISTA (RN)
-

“Pagou um mico” perfeito
a Clara, em busca de fama!
Disse à esposa do prefeito:
“eu sou a Segunda dama!”…
CLENIR NEVES RIBEIRO (RJ)
-
Se pergunto o que é saudade,
quem dela sofre, responde:
- uma dor com caridade…
ora vem, ora se esconde.
DÁGUIMA VERÔNICA (MG)
-
Torno-lhe a cruz mais pesada,
mais espinhosa a coroa,
e, sem reclamar de nada,
tudo Jesus me perdoa…
DARLY O. BARROS  (SP)
-

De saudade quase morta
volto, mas, sem piedade,
teu desprezo fecha a porta
na cara dessa saudade…
DIVENEI BOSELI (SP)
-
Ao perder a direção,
quis o instrutor da Roberta
fugir de uma contramão
e entrou numa curva aberta.
DORALICE GOMES DA ROSA (RS)
-
O que demorava um mês
pra fazer com a namorada,
hoje eu faço de uma vez
quando danço uma lambada.
DORIVAL COUTINHO (SP)
-
Um dia apenas vivido
e rebelou-se a donzela,
vendo a mala do marido
pequena pras coisas dela!
EDMAR JAPIASSÚ MAIA (RJ)
-
Só tu, penumbra que invade
meu quarto, sem cerimônia,
sabes de quantas saudades
se compõe a minha insônia!
ÉLBEA PRISCILA DE SOUZA (SP)
-
Nos percalços dessa vida
já deixei muita pegada
como marca dolorida
dos revezes da jornada.
ELIANA JIMENEZ (SC)
-

O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.
FERNANDO PESSOA (PORTUGAL)

-
Mandei clonar do meu ser
uma cópia da ilusão
para jamais esquecer
as razões do coração.
FRANCISCO BEZERRA (RN)
-
Vai, estudante, buscar
conhecimento fecundo
pois, és a pedra angular
na construção do teu mundo!
FRANCISCO JOSÉ PESSOA (CE)
-
Como num sonho, a viagem,
pelo teu corpo desnudo,
eu fiz, sem pagar passagem
e desfrutando de tudo!
FRANCISCO MACEDO (RN)
-
Quando pela vida passas,
displicente e linda assim,
o mundo, sem tuas graças,
perde a graça para mim.
GABRIEL BICALHO (MG)

-
O zeloso fazendeiro,
homem de peso e distinto,
tropeça no galinheiro!…
Quebra o pescoço do pinto!
HÉLICA CRUZ DE OLIVEIRA (MG)
-
Uma oração comovida
que, um dia, fiz a Jesus,
encheu meu sonho de vida
e a minha vida de luz!…
HERMOCLYDES S. FRANCO (RJ)
-
Explicava, minha amiga,
os muitos filhos que tem:
- De dia o marido briga,
de noite… fica de bem…
IZO GOLDMAN (SP)
-
Casei-me sim, com o Castro,
que… podia ser meu tio…
Mas pelo “naipe” do mastro
É que se compra o navio!
JAIME PINA DA SILVEIRA (SP)
-
O prêmio que eu mais queria
- e pelo qual peço a Deus –
é viver a fantasia
de unir teus sonhos aos meus!
JOÃO FREIRE FILHO (RJ)
-

Estudando noite e dia,
como quem cumpre uma lei,
consegui sabedoria
pra saber que nada sei.
JOSÉ LUCAS DE BARROS (RN)
-
Herdei de ti, pai querido,
essa força de condor
que te fez, sendo um vencido,
ter ares de vencedor.
LILINHA FERNANDES (RJ)
-
A cadeira que, na sala,
num balanço vem e vai…
acorda a saudade e fala
das lembranças de meu Pai..
LUCY SOTHER ROCHA (MG)
-
Cada gole de aguardente
traz um ardor vitalício,
queimando as queixas da mente
dentro do fogo do vício…!
MANOEL CAVALCANTE (RN)

Janela do meu encanto,
de alcance manso e profundo…
À noite, levas meu pranto;
de manhã, trazes meu mundo!
MARA MELINNI (RN)

Piedade, chama divina,
que acende a cada aflição,
é fonte que me ilumina
quando concedo o perdão.
MARCOS MEDEIROS (RN)

- Ó, Maria, eu vim cobrar
uma dívida! É o padeiro!
- Você vai ter que esperar,
estou pagando ao leiteiro!
MARINA BRUNA (SP)
-
“Limpou” o supermercado
e desculpou-se ao ser presa:
- Não é roubo, delegado,
é mania de limpeza!
MARIA DOLORES LOPES (MG)
-
Se eu pudesse repartia
em gestos de amor profundo
o meu pão de cada dia
entre os famintos do mundo!…
MARIA MADALENA FERREIRA (RJ)
-
Quando um pinguço gagueja
e não se firma nos pés,
diz: tomei uma cerveja,
mas já tomou mais de dez…
MARIA NASCIMENTO (RJ)
-
Volto agora à realidade,
depois de tanta bonança…
e as mãos cruéis da saudade
apertam mais a lembrança!
MARIA THEREZA CAVALHEIRO (SP)
-
A defender eu me apresso
o linguajar puro e rico.
Mineiro não diz “tropeço”:
Se fôr “da gema”, é “trupico”!
MARISA DA C. PEREIRA (MG)
-
Sempre que a saudade afronta
a lembrança, em desafio,
a velhice faz a conta
do tamanho do vazio.
MIGUEL RUSSOWSKY (SC)
-
Quem sempre conta lorota,
fica marcado e na mira:
verdade que dele brota
vale igual a uma mentira.
MILTON SOUZA (RS)
-
Ficou mais lento o meu passo?
Caminharei mesmo assim.
Só temeria o cansaço
se me cansasse de mim…
NEWTON VIEIRA  (MG)
-
Quando o amor acende a chama
no coração da pessoa…
Faz do coração que ama
um coração que perdoa!
PROF. GARCIA (RN)
-
A virtude, simplesmente,
é um dos dons abençoado:
reflete o nosso presente
num espelho do passado…
REJANE COSTA (CE)
-
Devo-te oitenta! Mas quero
pagar-te em nota de cem…
- Me empresta mais vinte! Espero
devolver no mês que vem!
RENATO ALVES (RJ)
-
Deu à sogra, de presente,
uma vassoura, a brincar…
– ao que ela indaga, inocente:
“Pra varrer?” – Não! Pra voar!…
RODOLPHO ABUDD (RJ)
-
Das bofetadas que a vida
me deu sem muita piedade,
tu foste a mais dolorida
e a que mais deixou saudade.
THALMA TAVARES (SP)
-
O outono ali vem chegando,
já me sinto à sua espera…
contudo vou degustando
uns restos de primavera.
 UBIRATAN QUEIROZ (RN)

Antes que nada mais sobre,
deixa-me ser, por favor,
ao menos a rima pobre
num de teus versos de amor!
VANDA FAGUNDES QUEIROZ (PR)
-
Entre esperas e demoras,
que a solidão descompassa,
já nem sei quantas auroras
vi chegar pela vidraça!…
VASQUES FILHO (PI)
-
Jamais eu me recusei
A confessar meu pecado,
A vida toda eu amei,
Jamais me senti amado.
WELLINGTON FREITAS (RN)

Nenhum comentário:

Autor Anônimo (Oração do Cão Abandonado)

DEUS
Sei que sou um ser criado por ti, para ser amado
pelos homens mas nasci sem a sorte de alguns de minha espécie.

Hoje meu dono levou-me a um passeio de carro.
Chegamos em uma praça, ele tirou minha coleira,
me fez descer do carro, e virando-me as costas,
foi embora e nem se despediu.

Tentei segui-lo mas o carro corria muito e não pude alcançá-lo.
Caí exausto no asfalto. Ainda não entendi. Por que ele me abandonou?

Eu sempre o recebi abanando o rabo, fazia festa e lambia seus pés.
Sempre lati forte, para defendê-lo e afastar os estranhos da porta.

Eu brincava com as crianças... ah! elas me adoravam.
Que saudades. Será que elas ainda se lembram de mim?

Deus, eu fico imaginando como seria bom se eu pudesse
comer agora. Puxa, estou faminto.

Não tenho água para beber, e estou tão cansado.

Procuro um cantinho onde possa me abrigar da chuva,
mas muitas vezes sou chutado.
As pessoas não gostam muito de mim aqui nas ruas.

Estou fraco, não consigo andar muito,
mas encontrei enfim um lugar para passar essa noite.

Está muito frio e o chão está molhado.
Já não tenho pêlo para me aquecer, estou doente,
e creio que ainda hoje vou me encontrar contigo.
Aí no céu meu sofrimento vai terminar.

Peço-vos então, pelos outros, por todos os cãezinhos e animais
abandonados nas ruas, nos parques, nas praças.

Mande-lhes pessoas que deles tenham compaixão,
pois sozinhos, viverão poucos meses, serão atropelados,
sofrerão maltratos dos impiedosos. Proteja-os.

Amenize-lhes esse frio, com o calor das pessoas abençoadas.

Diminua-lhes a fome, tal qual a que sinto, com o alimento do amor que me foi negado.

Sacie-lhes a sede com a água pura dos Seus ensinamentos.

Elimine a dor das doenças, dos maltratados, estirpando a
ignorância do homem.

Tire o sofrimento dos que estão sendo sacrificados em atos
apregoados como religiosos, científicos, tirando das mãos
humanas a sede pelo sangue.

Abrande a tristeza dos que, como eu, foram abandonados,
pois, dentre todos os sofrimentos, esse foi o maior e mais
duro de suportar.

Receba, DEUS, nesta noite gelada, a minha alma, e
minha oração pelos que aqui ficam. É por eles que vos peço,
pois não são humanos, mas são Seus filhos, e são leais e inocentes, e foram criados por Suas mãos e merecem o Seu abrigo.

Amém.

Enviar a pagina em pdf por e-mail

Send articles as PDF to