Singrando Horizontes

Vive muito mais feliz
quem bebe as águas das fontes,
e, também, minh´alma diz,
quem vai Singrando Horizontes !
(Ialmar Pio Schneider - Porto Alegre/RS)

Vai, Singrando Horizontes,
O infinito é a ambição
rumo aos mais distantes montes,
rumo à imaginação!
(Sinclair Pozza Casemiro - Campo Mourão/PR)

Você é a Gralha Poeta
que leva nossa poesia
ao mundo, em que o grande esteta
criou com tanta harmonia!
(Nei Garcez – Curitiba/PR)
Nas artes e na literatura, vão surgindo as classificações didáticas, as separações por faixas etárias, estilos, temáticas etc. Ha professores e alunos no Brasil, que aprendem só isso da produção artística. Decoram nomes, escolas e datas, mas não se embrenham nos livros, preferem o futebol ou o vídeo-game. A Literatura de boa qualidade nos empolga, lemos sem poder largar o livro, as páginas suscitam nossa emoção, respondem ou provocam perguntas.

Sem a Literatura acumulada nos séculos, o ser humano estaria muito mais próximo da animalidade que ainda o caracteriza nas páginas policiais. Em minhas oficinas ninguém gasta muito tempo com aquela americana lista de soft, hard etc. etc. Falamos em cenas que não saem da memória, em emoções que derramam lágrimas, falamos em idéias e como expressa-las com eficiência. Quem entra em um Museu não fica procurando renascentistas, impressionistas, dadaistas, cubistas ou abstracionistas. O espectador inteligente não procura escolas ou datas, procura obras primas. Nossa ambição deve ser a obra-prima.

(André Carneiro)


Fonte da Imagem da Pomba = http://www.senado.gov.br/portaldoservidor/jornal/jornal121/qualidade_vida_paz.aspx

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

A. A. de Assis (Revista Virtual de Trovas "Trovia" n. 180 - dez 2014)



Trovia
UBT – Seção Maringá-PR -- Coordenação: A. A. de Assis
Ano 15 – n. 180 – Revista virtual de trovas – Dezembro 2014  

--------------------------------------------------------------------------
  
Neste Natal eu vou pôr
minha boca na janela
para você, por favor,
deixar o seu beijo nela...
Antônio Roberto Fernandes

Se no céu Jesus faz arte,
diz-lhe a Virgem, docemente:
– Olha que eu mando levar-te
para o mundo novamente!
Celina Ferreira

Creio, pensando em Jesus
e em São Francisco também,
que existe um arco de luz
ligando Assis a Belém!
David de Araújo

Todos os picos da serra,
nos Andes, nos Pirineus,
são dedos grandes da terra
mostrando a casa de Deus!
Célio Grünewald

Quanto mais festa e mais luz
nesses Natais de salões,
mais nós sentimos Jesus
ausente dos corações!
Luiz Otávio

Sabiá de peito roxo,
passarinho cantador...
Seus gorjeios sem muxoxo
são melodias de amor!
Vidal Idony Stockler
------------------------

Quando moça era a “vassoura”,
por passar de mão em mão;
idosa, agora, é a “tesoura”:
corta a todos sem perdão!
Amilton Maciel – SP

Não tenha medo de nada,
fique à vontade, meu bem;
quem tem idade avançada
já não avança em ninguém.
Antonio Carlos T. Pinto – DF

O forró, diz meu amigo,
me esbraseia e deixa quente:
o esfrega-esfrega de umbigo
é um perfeito “antecedente”.
Héron Patrício – SP

Mil vezes eu curtiria
o samba de uma só nota...
O duro é ouvir, todo dia,
de um chato a mesma anedota!
Osvaldo Reis – PR

Contra a vontade do amado,
nada faça... e se conforme.
Dizia o velho ditado:
"Quando um não quer... o outro dorme".
Renata Paccola – SP

Foi de tomara-que-caia
desfilar... Como previu,
foi só tropeçar na saia
e o seu “tomara”... caiu!
Therezinha Brisolla – SP


Benditas sejam as vidas
que, alegres, serenas, santas,
vivem a vida envolvidas
em levar vida a outras tantas!
A. A. de Assis – PR

Costumo dizer que a trova
é diminuta poesia,
mas que sempre põe à prova
a nossa sabedoria.
Agostinho Rodrigues – RJ

O ciúme tem mil braços;
qual serpentes envolvendo,
vai reduzindo os espaços
até que o amor vai morrendo.
Alba Helena Correa – RJ

Nos meus tempos de criança,
brincando à noite na rua,
nascia em mim a esperança
de um dia alcançar a lua!
Alberto Paco – PR

Neste encontro inesperado,
vamos brindar a nós dois.
Primeiro, o beijo guardado...
O vinho eu peço depois!
Almira Guaracy Rebelo – MG

A peneira eu abanei-a
quanta vez no cafezal.
Hoje faço cara feia
para carpir meu quintal...
André Ricardo – PR

Com amor sempre presente
e a força da educação,
livraremos o carente
dos grilhões da exploração!
Angélica Villela Santos – SP

Quero, por tudo e por nada,
esquecer-te a qualquer preço,
mas a distância danada
já sabe o meu endereço!
Antonio Colavite Filho – SP

Quem sonha com a verdade,
fazer o mundo perfeito,
deve crer na liberdade
e acreditar no direito.
Antonio Seixas – RJ


Com musas vivo a  sonhar,
à noite durmo um pedaço;
nujm caderno ao despertar
uma trova eu sempre faço.
Ari Santos de Campos – SC
 
Paz e Amor – eram Seus planos
e por eles deu a vida.
– Mensagem que há dois mil anos
não foi ainda entendida!
Carolina Ramos – SP

O amor ficou no passado...
– Hoje eu sei por que ficou:
o nosso encontro marcado,
o destino desmarcou!
Clenir Neves – Austrália

A vida é cheia de ardis,
toda esperança é frustrada,
e a busca de ser feliz
é busca apenas... mais nada.
Conceição de Assis – MG

À sua mesa haja o pão,
partilhe-o com quem não tem.
Reparta-o com o irmão,
que não o falte a ninguém.
Cônego Telles – PR

Sem vitupérios e afrontas,
poupa de ofensas teus lábios,
que, em muito acerto de contas,
vence o silêncio dos sábios!
Darly O. Barros – SP

Tinha portas de poesia
e janelas de luar
essa morada que um dia
deixou meu amor entrar.
Delcy Canalles – RS

Não há palavra nenhuma
tão grande quanto “saudade”,
que em sete letras resuma
a dor e a felicidade!
Diamantino Ferreira – RJ

Nesta vida rotineira,
tua saudade em minha alma
é cantiga de goteira
em noite de chuva calma!
Domitilla Borges Beltrame – SP

O laço que nos estreita
já ficou tão apertado,
que nenhum de nós se ajeita
sem ter o outro abraçado.
Dorothy Jansson Moretti – SP

Renunciei por amar-te
e, em parte, por não supor
que as renúncias fazem parte
de quem se parte no amor...
Edmar Japiassú Maia – RJ

É tão forte a intensidade
das loucuras da paixão,
que no amor a insanidade
é o que eu chamo de razão.
Elisabeth Souza Cruz –  RJ

Quero um amor que me valha
e espero o tempo que for,
pois sou celeiro de palha
pronto a queimar por amor!
Eliana Jimenez – SC

Olhou-me tão ternamente,
que a dúvida me assaltou:
esse olhar, que tanto mente,
mais uma vez me enganou?
Eliana Palma – PR

Na vida, não se discute,
há uma grande verdade:
tal como tudo o que existe,
temos nossa validade.
Euclymar Porto – RJ

Tua espera não me cansa,
e esta tua insensatez
não mata a minha esperança
de esperar tudo outra vez!
Eva Yanni Garcia – RN

Velho farol apagado, 
as ondas vêm te beijar
pelos serviços prestados
aos navegantes do mar.
Evandro Sarmento – RJ

Ó, coqueiro pequenino,
que tanta água nos deu!...
Que ironia o seu destino:
por falta d'água, morreu!
Francisco Garcia – RN

É nos grandes desafios,
quando penso estar sozinho,
que Deus chameja os pavios
pra clarear meus caminhos.
Francisco Pessoa – CE

No tronco de uma mangueira
escrevi "felicidade"...
Mas alguém, por brincadeira,
riscou e escreveu: "saudade"!
Gasparini Filho – SP

Sou tão triste e tão sozinha,
que o eco do meu lamento,
desta saudade tão minha,
escuto na voz do vento!
Gislaine Canales – RS

Nosso amor é uma certeza
dentro do meu coração;
e a luz da paixão, acesa,
apaga a luz da razão!
Istela Marina Lima – PR

O homem nasce pedra bruta...
se autoesculpe pela vida.
Mas, a obra requer luta,
sem a qual não se lapida.
Jaime Pina da Silveira – SP

Um sorriso, uma indulgência,
um gesto ingênuo de adeus...
Por onde houver inocência
há um pedacinho de Deus...
J.B. Xavier – SP

Para iludir solidão,
cantando falsos enredos,
abraço o meu violão
passando as dores ao dedo...
J.B.X. Oliveira – SP

Enorme sabedoria
vem nesta simples lição:
doar afeto e alegria,
pra burlar a solidão.
Jeanette de Cnop – PR

Nossos puros sentimentos
são comparados, na vida,
a afinados instrumentos
numa orquestra bem regida.
Jesse Nascimento –  RJ

A vaidade, quando aflora,
leva trevas alma adentro...
Quem muito brilha por fora
apaga as luzes por dentro...
Joaquim Carlos – RJ

Minhas irmãs, meus irmãos,
anotem o principal:
somente nos dando as mãos
teremos um bom o Natal.
Jorge Fregadolli – PR

Fiz de você minha musa,
minha vida e coração,
meu pijama, minha blusa,
a tábua de salvação.
José Feldman – PR

No meu semblante tristonho,
uma lágrima escorrega
quando a estrela do meu sonho
se some na noite cega!
José Lucas de Barros – RN

Se a vida pede uma pausa,
faça isso, por favor,
ou por amor a uma causa,
ou por causa de um amor!
José Ouverney – SP

Foi no teu abraço estreito
que passei a mocidade.
Hoje, nas palhas do leito,
deita comigo a saudade.
Lilia Souza – PR

Não sei se todos ponderam
a troca que o livro traz…
Grandes homens o fizeram,
grandes homens ele faz!
Lucília Decarli – PR

Eu te agrado, tu me agradas,
e, no doce cativeiro,
sem algemas, sem ciladas,
tu me prendes por inteiro!
Luiz Carlos Abritta – MG

Assim é a simplicidade
do homem lá do sertão:
exibe com vaidade
os calos da sua mão.
Mª Lúcia Fernandes Rocha – RJ

Muito pouco foi preciso
para em Deus acreditar.
No encanto do teu sorriso
eu vejo o céu se espelhar.
Mª Luíza Walendowsky – SC

Para este amor, que a nós dois
tomou – assim de improviso –,
não houve “antes” nem “depois”;
houve o “momento preciso”!
Ma. Madalena Ferreira – RJ

A saudade não tem jeito,
é um eterno desafio:
quanto mais enche o meu peito,
mais aumenta o meu vazio...
Maria Nascimento – RJ

Reticências: uma frase
que alguém pensa mas não diz...
justamente aquele "quase"
que nos faria feliz.
Mª Thereza Cavalheiro – SP

Olhando a escada da vida,
eu me sinto uma criança
que espera achar, na subida,
o corrimão da esperança...
Martha Maria P. de Barros – SP

Nosso amor foi tão ranzinza
que explodiu como um vulcão,
deixando, somente, a cinza
no meu pobre coração.
Maurício Friedrich – PR

Amizade que abençoa,
e nos ajuda a crescer,
é gostar de uma pessoa
mesmo sem a conhecer.
Nei Garcez – PR

O tudo que o mundo tem
não vale nem a metade
da metade de um vintém
de uma sincera amizade!
Nemésio Prata – CE

Orgulho é a bola de neve
que vai, em diário exercício,
levando o infeliz, de leve,
às bordas de um precipício.
Nílton Manoel – SP

Tudo agora é tão comum!
Nada dói na consciência...
Mas não há motivo algum
que justifique a violência.
Olga Agulhon – PR

No seco botão de rosa,
que me deste em tenra idade,
vejo a ponte afetuosa
que me conduz à saudade.
Renato Alves – RJ

Perdi meu esteio mor
quando perdi minha fé,
mas Deus, construtor maior,
de novo me pôs em pé.
Rita Mourão – SP

No lar do pobre indefeso,
relegado em agonia,
esperança é o fogo aceso
na panela ao fim do dia!
Selma Patti Spinelli – SP

Entre todos os recantos
é aqui que me sinto bem:
– o meu lar tem tais encantos
que outros lugares não têm!
Sônia Dietzel Martelo – PR

As gotas caem ao léu
sem ninguém poder detê-las.
Será chuva lá do céu,
ou são lágrimas de estrelas?
Sônia Sobreira – RJ

Foi dura a escola da Vida,
mas aprendi a lição:
o– Cada ofensa recebida,
eu transformei em perdão.
Vanda Fagundes Queiroz – PR

Tanto amor e afinidade
entre nós dois, já se vê,
que perdi a identidade:
eu sou eu... ou sou você?
Wanda Mourthé – MG

Muitas vezes na batalha
há uma vitória aparente,
pela conquista que espalha
derrota dentro da gente."
Wandira Fagundes Queiroz
 – PR

===========================
Visite:
http://universosdeversos.blogspot.com.br
=================================

Nenhum comentário:

Autor Anônimo (Oração do Cão Abandonado)

DEUS
Sei que sou um ser criado por ti, para ser amado
pelos homens mas nasci sem a sorte de alguns de minha espécie.

Hoje meu dono levou-me a um passeio de carro.
Chegamos em uma praça, ele tirou minha coleira,
me fez descer do carro, e virando-me as costas,
foi embora e nem se despediu.

Tentei segui-lo mas o carro corria muito e não pude alcançá-lo.
Caí exausto no asfalto. Ainda não entendi. Por que ele me abandonou?

Eu sempre o recebi abanando o rabo, fazia festa e lambia seus pés.
Sempre lati forte, para defendê-lo e afastar os estranhos da porta.

Eu brincava com as crianças... ah! elas me adoravam.
Que saudades. Será que elas ainda se lembram de mim?

Deus, eu fico imaginando como seria bom se eu pudesse
comer agora. Puxa, estou faminto.

Não tenho água para beber, e estou tão cansado.

Procuro um cantinho onde possa me abrigar da chuva,
mas muitas vezes sou chutado.
As pessoas não gostam muito de mim aqui nas ruas.

Estou fraco, não consigo andar muito,
mas encontrei enfim um lugar para passar essa noite.

Está muito frio e o chão está molhado.
Já não tenho pêlo para me aquecer, estou doente,
e creio que ainda hoje vou me encontrar contigo.
Aí no céu meu sofrimento vai terminar.

Peço-vos então, pelos outros, por todos os cãezinhos e animais
abandonados nas ruas, nos parques, nas praças.

Mande-lhes pessoas que deles tenham compaixão,
pois sozinhos, viverão poucos meses, serão atropelados,
sofrerão maltratos dos impiedosos. Proteja-os.

Amenize-lhes esse frio, com o calor das pessoas abençoadas.

Diminua-lhes a fome, tal qual a que sinto, com o alimento do amor que me foi negado.

Sacie-lhes a sede com a água pura dos Seus ensinamentos.

Elimine a dor das doenças, dos maltratados, estirpando a
ignorância do homem.

Tire o sofrimento dos que estão sendo sacrificados em atos
apregoados como religiosos, científicos, tirando das mãos
humanas a sede pelo sangue.

Abrande a tristeza dos que, como eu, foram abandonados,
pois, dentre todos os sofrimentos, esse foi o maior e mais
duro de suportar.

Receba, DEUS, nesta noite gelada, a minha alma, e
minha oração pelos que aqui ficam. É por eles que vos peço,
pois não são humanos, mas são Seus filhos, e são leais e inocentes, e foram criados por Suas mãos e merecem o Seu abrigo.

Amém.

Enviar a pagina em pdf por e-mail

Send articles as PDF to