Singrando Horizontes

Vive muito mais feliz
quem bebe as águas das fontes,
e, também, minh´alma diz,
quem vai Singrando Horizontes !
(Ialmar Pio Schneider - Porto Alegre/RS)

Vai, Singrando Horizontes,
O infinito é a ambição
rumo aos mais distantes montes,
rumo à imaginação!
(Sinclair Pozza Casemiro - Campo Mourão/PR)

Você é a Gralha Poeta
que leva nossa poesia
ao mundo, em que o grande esteta
criou com tanta harmonia!
(Nei Garcez – Curitiba/PR)
Nas artes e na literatura, vão surgindo as classificações didáticas, as separações por faixas etárias, estilos, temáticas etc. Ha professores e alunos no Brasil, que aprendem só isso da produção artística. Decoram nomes, escolas e datas, mas não se embrenham nos livros, preferem o futebol ou o vídeo-game. A Literatura de boa qualidade nos empolga, lemos sem poder largar o livro, as páginas suscitam nossa emoção, respondem ou provocam perguntas.

Sem a Literatura acumulada nos séculos, o ser humano estaria muito mais próximo da animalidade que ainda o caracteriza nas páginas policiais. Em minhas oficinas ninguém gasta muito tempo com aquela americana lista de soft, hard etc. etc. Falamos em cenas que não saem da memória, em emoções que derramam lágrimas, falamos em idéias e como expressa-las com eficiência. Quem entra em um Museu não fica procurando renascentistas, impressionistas, dadaistas, cubistas ou abstracionistas. O espectador inteligente não procura escolas ou datas, procura obras primas. Nossa ambição deve ser a obra-prima.

(André Carneiro)


Fonte da Imagem da Pomba = http://www.senado.gov.br/portaldoservidor/jornal/jornal121/qualidade_vida_paz.aspx

quarta-feira, 29 de junho de 2016

32º Festival Poético de Cornélio Procópio (Prazo: 12 de Agosto de 2016)


O SERVIÇO SOCIAL DO COMÉRCIO - SESC – Administração Regional no Estado do Paraná, torna público para conhecimento aos interessados que estarão abertas, a partir de 01 de junho de 2016, as inscrições para SELEÇÃO DE POESIAS PARA A 32ª EDIÇÃO DO FESTIVAL POÉTICO DE CORNÉLIO PROCÓPIO. O presente Edital estará à disposição dos interessados no site www.sescpr.com.br e afixado em mural nas Unidades do Sesc Paraná. 

Mais informações poderão ser obtidas pelo e-mail: dalvabrito@sescpr.com.br e pelos telefones: (43) 3520-5400 e (43) 3520-5409.

O 32º Festival Poético concretizará suas ações de diferentes formas: 1º através de inscrição de poesias pelos interessados; 2º através de oficinas realizadas exclusivamente para estudantes de escolas municipais de Cornélio Procópio; 3º através de oficinas de declamação aos poetas selecionados; 4º através do Cerimonial de Declamação de Poesias.

1. OBJETO
O objeto do presente Edital é disciplinar o processo e o procedimento do 32º FESTIVAL POÉTICO, a ser realizado pelo Sesc/PR, em Cornélio Procópio/PR.

2. OBJETIVOS

a) Descobrir e incentivar novos poetas e suas produções;

b) Fomentar o gênero poético e a construção de poesias, por meio de oficinas, junto aos alunos da Educação Básica (Escolas Municipais de Cornélio Procópio);

c) Oportunizar aos poetas a divulgação de seus trabalhos;

d) Fomentar a declamação de poesias.

3. CRONOGRAMA

3.1. Início das Inscrições: 01 de junho de 2016;

3.2. Término das Inscrições: 12 de agosto de 2016 – sendo válida a data da postagem dos trabalhos encaminhados via correio;

3.3. Divulgação de resultados no site www.sescpr.com.br e imprensa local: a partir de 06 de setembro de 2016;

3.4. Solenidade de Premiação: 25 de novembro de 2016, às 19h30, no Anfiteatro da Universidade Tecnológica e Federal do Paraná (UTFPR) – Campus Cornélio Procópio;

3.5. Oficinas de Criação Poética nas escolas municipais de Cornélio Procópio no período de 04 de junho a 05 de agosto de 2016;

3.6. Análise das poesias pela Comissão Julgadora no período de 22 de agosto a 02 de setembro de 2016;

3.7. Oficinas de Declamação Poética: de 17 de outubro a 24 de novembro de 2016.

4. REGULAMENTO

4.1. Da Participação: Poderão inscrever-se para esta Seleção somente pessoas físicas, com idade igual ou superior a 07 anos completos, de acordo com as categorias abaixo indicadas. O enquadramento na faixa etária será considerado conforme data final de inscrição. Cada participante poderá inscrever até duas poesias, com tema livre.

4.2. Das Categorias

Outras Cidades:
A 07 a 10 anos - misto: 1º ao 3º classificado
B 11 a 14 anos - misto: 1º ao 3º classificado
C 15 a 18 anos - misto: 1º ao 3º classificado
D Acima de 18 anos - misto: 1º ao 3º classificado

Cornélio Procópio:
A 07 a 10 anos - misto: 1º ao 3º classificado
 B 11 a 14 anos - misto: 1º ao 3º classificado
 C 15 a 18 anos - misto: 1º ao 3º classificado
D Acima de 18 anos - misto: 1º ao 3º classificado

Comerciário/Dependentes:
A 07 a 10 anos - misto: 1º ao 3º classificado
 B de 11 a 14 anos - misto: 1º ao 3º classificado
C 15 a 18 anos - misto: 1º ao 3º classificado
D Acima de 18 anos - misto: 1º ao 3º classificado

*Por Comerciário/Dependente entende-se: funcionários de empresas do comércio de bens, serviços e turismo; os empregados de entidades sindicais do comércio e de comerciários; aposentados em empresas do comércio; licenciados de empresa do comércio, que estejam afastados por motivo de saúde ou prestação de Serviço Militar; seus dependentes.

4.3. Não poderão participar deste processo os servidores da Fecomércio/PR, do SESC/PR ou do SENAC/PR, além dos membros da comissão julgadora, seus cônjuges ou parentes até o 3º grau civil.

4.4. As poesias inscritas deverão ser inéditas e originais, entendendo-se, assim, as poesias que não tenham sido publicadas sob qualquer hipótese ou premiadas em outros concursos, e de própria autoria, não plagiadas.

5. DAS INSCRIÇÕES

5.1. As inscrições serão gratuitas, com o preenchimento do formulário disposto no Anexo I deste Edital (www.sescpr.com.br), e poderão ser efetuadas no período de 01 de junho a 12 de agosto de 2016. 
Mais informações poderão ser obtidas pelo e-mail: dalvabrito@sescpr.com.br e pelos telefones: (43) 3520-5400 e (43) 3520-5409. 

5.2. Para a inscrição na Categoria Comerciário/Dependente deverá ser enviada a cópia do Cartão Cliente Sesc dentro da validade, junto com os demais documentos.

5.3. As inscrições somente serão realizadas pelo correio, exclusivamente, com Aviso de Recebimento – A.R., para o seguinte endereço:
Serviço Social do Comércio – SESC/PR – Unidade Cornélio Procópio
Avenida Nossa Senhora do Rocio, 696 – Centro.
CEP: 86.300-000 – Cornélio Procópio/PR

5.4. O envelope deverá ser identificado com as seguintes informações:
“SELEÇÃO DE POESIAS PARA O 32º FESTIVAL POÉTICO – Edição 2016”
Título da Poesia:
Pseudônimo do Autor:

5.5. O material entregue para inscrição deverá conter:

a) Ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada (Anexo I em www.sescpr.com.br);

b) As poesias – a serem encaminhadas em 4 vias – terão a seguinte apresentação: Digitadas em fonte Times New Roman, Tamanho 12, em espaço 2 (dois) e de um só lado do papel sulfite (A4). A margem esquerda deverá estar com 5 cm e a margem direita com 2cm.

c) As 4 (quatro) vias deverão conter apenas o título da poesia e o pseudônimo;

d) Todos os inscritos deverão encaminhar, juntamente com a ficha de inscrição, cópia de RG ou Certidão de Nascimento;

5.6. Será desclassificado o participante que não entregar a documentação completa solicitada neste Edital.

6. ANÁLISE E SELEÇÃO

6.1. As poesias serão analisadas por especialistas designados pela Comissão Organizadora, composta por membros de notório conhecimento no campo literário. As poesias selecionadas irão compor o livro com a coletânea do 32º Festival Poético de Cornélio Procópio/PR.

6.2. Serão selecionados os 03 primeiros poemas de cada faixa etária.

6.3. A Comissão Julgadora será composta por 20 membros da área literária. Caberá ao júri a decisão final, que será soberana e não suscetível de apelo.

A seleção seguirá os seguintes critérios:
a) Originalidade;
b) Criatividade do texto;
c) Coerência com o tema escolhido;
e) Clareza no desenvolvimento das ideias;
f) Texto dentro das novas regras ortográficas.

6.4. Os poemas selecionados farão parte da Exposição Itinerante “Varal de Poesias”. 

6.5. Os selecionados receberão troféus, certificados e o livro com a coletânea das poesias classificadas no 32º Festival Poético de Cornélio Procópio/PR.

6.6. Os autores cujas poesias tenham sido selecionadas para integrar a coletânea deverão assinar e encaminhar ao Sesc/PR (no mesmo endereço de envio das inscrições) até o dia 03 de outubro de 2016, o Termo de Cessão de Direitos Autorais (Anexo II em www.sescpr.com.br), com firma reconhecida em cartório.

7. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

7.1. Os participantes, ao se inscreverem, manifestam plena concordância com o presente Edital, cujo descumprimento ensejará desclassificação.

7.2. Não haverá prêmio pecuniário.

7.3. O SESC/PR não se responsabilizará por despesas com transporte, hospedagem e alimentação dos autores cujas poesias forem selecionadas para compor o livro de coletânea, para participação no cerimonial do evento.

7.4. Não poderá haver comercialização da coletânea por parte do SESC/PR e tampouco da parte do autor da poesia selecionada. 

7.5. Os autores cujas poesias forem selecionadas para integrar a coletânea deverão assinar e encaminhar ao Sesc (endereço de envio das inscrições) até o dia 03 de outubro de 2016, o Termo de Cessão de Direitos Autorais (Anexo II em www.sescpr.com.br), com firma reconhecida em cartório.

7.6. O SESC/PR não efetuará, sob nenhuma forma, pagamento de direitos autorais;

7.7. O SESC/PR não se responsabiliza por cópias, plágios ou fraudes, que eventualmente vier a ocorrer a partir da coletânea das poesias selecionadas;

7.8. O SESC/PR reserva-se o direito de:

a) Utilizar os trabalhos selecionados em material institucional, por prazo indeterminado;

b) Proceder à revisão gramatical das poesias selecionadas, com a finalidade de publicação da coletânea;

c) Não devolver aos participantes o material da inscrição;

d) Diagramar os textos conforme os seus critérios.

7.9. O SESC/PR não fornecerá a terceiros o arquivo contendo a coletânea para impressão. O poeta, caso tenha sua poesia classificada, deverá encaminhar uma foto 15 X 20 cm para o e-mail dalvabrito@sescpr.com.br, até o dia 03 de outubro de 2016, para fins de
montagem da Exposição Varal de Poesias.

7.10. As poesias não devem conter elementos discriminatórios em relação à raça, crença, religião, ideologia política, orientação sexual e gênero.

7.11. Não serão aceitos:
a) Trabalhos com teor informativo (didático, pedagógico etc.), contos, biografias, romance, crônica, quadrinhos, peças de teatro e coletâneas de contos;

b) Trabalhos acompanhados de ilustrações;

c) Trabalhos em desacordo com as especificações de apresentação e de extensão do texto;

d) Original veiculado e/ou publicado durante o processo deste edital;

e) Revelação da autoria do original antes da divulgação do resultado;

f) Apresentação de obras póstumas;

g) Trabalhos em coautoria.

7.12. Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão Organizadora.
Outros esclarecimentos podem ser obtidos pelo e-mail: dalvabrito@sescpr.com.br, no site www.sescpr.com.br, ou pelo telefone (43) 3520-5400 ou (43) 3520-5409.
Curitiba, ____ de _________ de 2016.

Dieter Heinz Lengning
Diretor Regional
Serviço Social do Comércio – SESC Paraná

Nenhum comentário:

Autor Anônimo (Oração do Cão Abandonado)

DEUS
Sei que sou um ser criado por ti, para ser amado
pelos homens mas nasci sem a sorte de alguns de minha espécie.

Hoje meu dono levou-me a um passeio de carro.
Chegamos em uma praça, ele tirou minha coleira,
me fez descer do carro, e virando-me as costas,
foi embora e nem se despediu.

Tentei segui-lo mas o carro corria muito e não pude alcançá-lo.
Caí exausto no asfalto. Ainda não entendi. Por que ele me abandonou?

Eu sempre o recebi abanando o rabo, fazia festa e lambia seus pés.
Sempre lati forte, para defendê-lo e afastar os estranhos da porta.

Eu brincava com as crianças... ah! elas me adoravam.
Que saudades. Será que elas ainda se lembram de mim?

Deus, eu fico imaginando como seria bom se eu pudesse
comer agora. Puxa, estou faminto.

Não tenho água para beber, e estou tão cansado.

Procuro um cantinho onde possa me abrigar da chuva,
mas muitas vezes sou chutado.
As pessoas não gostam muito de mim aqui nas ruas.

Estou fraco, não consigo andar muito,
mas encontrei enfim um lugar para passar essa noite.

Está muito frio e o chão está molhado.
Já não tenho pêlo para me aquecer, estou doente,
e creio que ainda hoje vou me encontrar contigo.
Aí no céu meu sofrimento vai terminar.

Peço-vos então, pelos outros, por todos os cãezinhos e animais
abandonados nas ruas, nos parques, nas praças.

Mande-lhes pessoas que deles tenham compaixão,
pois sozinhos, viverão poucos meses, serão atropelados,
sofrerão maltratos dos impiedosos. Proteja-os.

Amenize-lhes esse frio, com o calor das pessoas abençoadas.

Diminua-lhes a fome, tal qual a que sinto, com o alimento do amor que me foi negado.

Sacie-lhes a sede com a água pura dos Seus ensinamentos.

Elimine a dor das doenças, dos maltratados, estirpando a
ignorância do homem.

Tire o sofrimento dos que estão sendo sacrificados em atos
apregoados como religiosos, científicos, tirando das mãos
humanas a sede pelo sangue.

Abrande a tristeza dos que, como eu, foram abandonados,
pois, dentre todos os sofrimentos, esse foi o maior e mais
duro de suportar.

Receba, DEUS, nesta noite gelada, a minha alma, e
minha oração pelos que aqui ficam. É por eles que vos peço,
pois não são humanos, mas são Seus filhos, e são leais e inocentes, e foram criados por Suas mãos e merecem o Seu abrigo.

Amém.

Enviar a pagina em pdf por e-mail

Send articles as PDF to