Singrando Horizontes

Vive muito mais feliz
quem bebe as águas das fontes,
e, também, minh´alma diz,
quem vai Singrando Horizontes !
(Ialmar Pio Schneider - Porto Alegre/RS)

Vai, Singrando Horizontes,
O infinito é a ambição
rumo aos mais distantes montes,
rumo à imaginação!
(Sinclair Pozza Casemiro - Campo Mourão/PR)

Você é a Gralha Poeta
que leva nossa poesia
ao mundo, em que o grande esteta
criou com tanta harmonia!
(Nei Garcez – Curitiba/PR)
Nas artes e na literatura, vão surgindo as classificações didáticas, as separações por faixas etárias, estilos, temáticas etc. Ha professores e alunos no Brasil, que aprendem só isso da produção artística. Decoram nomes, escolas e datas, mas não se embrenham nos livros, preferem o futebol ou o vídeo-game. A Literatura de boa qualidade nos empolga, lemos sem poder largar o livro, as páginas suscitam nossa emoção, respondem ou provocam perguntas.

Sem a Literatura acumulada nos séculos, o ser humano estaria muito mais próximo da animalidade que ainda o caracteriza nas páginas policiais. Em minhas oficinas ninguém gasta muito tempo com aquela americana lista de soft, hard etc. etc. Falamos em cenas que não saem da memória, em emoções que derramam lágrimas, falamos em idéias e como expressa-las com eficiência. Quem entra em um Museu não fica procurando renascentistas, impressionistas, dadaistas, cubistas ou abstracionistas. O espectador inteligente não procura escolas ou datas, procura obras primas. Nossa ambição deve ser a obra-prima.

(André Carneiro)


Fonte da Imagem da Pomba = http://www.senado.gov.br/portaldoservidor/jornal/jornal121/qualidade_vida_paz.aspx

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Eliana R. Jimenez (Trova Legenda: Viagem)

1
Curta, amiga, a Terra inteira:
Canadá, Japão, Paris...
– Fazer turismo é a maneira
mais bela de ser feliz!
A. A. de Assis
2

Com pena dessa donzela
levando pesada mala,
quero viajar com ela
e ajudar a carrega-la!
Alberto Paco
3

A viagem dos meus sonhos
começa daqui a pouquinho;
deixo os dias enfadonhos,
levando só seu carinho!
Amilton Maciel Monteiro
4

Na Arte de um DEUS, Criador...
Diante da estrada vivida -
Leve a bagagem do amor...
Que é o que se leva da vida !!!
Ana Maria Guerrize Gouveia
5

Alegre, nos bons momentos,
vou para a escola aprender
os muitos ensinamentos
para o mundo conhecer.
Angélica Villela Santos
6

Estrada: rumos medonhos,
não fugir ao desafio
na conquista de seus sonhos
até esgotar o cio.
Antonio Cabral Filho
7

Em busca do seu futuro,
lá vai ela, tão contente,
levando um sonho seguro
e a liberdade que sente.
Ari Santos de Campos
8

Quem é esperto não cochila,
faz da existência um prazer:
põe seus sonhos na mochila,
pega a estrada... e manda ver!
Bruno P. Torres
9

Bagagem na mão, vou indo...
por essa estrada sem fim...
e o caminho sempre é lindo,
pois sei que esperas por mim...
Carolina Ramos
10

Com  alegria  tamanha
e  buscando  ser  feliz,
a  moça  vai  à  Alemanha,
a  Londres,  Roma  e  Paris!!!
Colavite Filho
11

Eis alegria alvissareira:
- sair de si... mudar de ar -
e na mala, sorrateira,
levar a alma viajar...
Cristina Cacossi
12

De tanto partir sozinha
não choro, mas perco a fala
por saber que alguém caminha
do meu lado... A minha mala!
Dáguima Verônica
13

Se buscas a liberdade,
segue a estrada sem receio,
pois viemos na verdade
aqui no mundo...A passeio!
Dalva de Araújo
14

“Sem lenço, sem documento”,
mala...só para constar,
me entrego às asas do vento
aonde quer que me levar.
Dorothy Jansson Moretti
15

Pela estrada desta vida
quem leva na alma a esperança,
jamais desiste da lida
e a caminhada não cansa.
Edna Gallo
16

Pelas estradas da vida,
vou de cidade em cidade,
levando, em cada partida,
a bagagem da saudade.
Edweine Loureiro
17

Liberdade... liberdade...
Lá vou eu, de mala feita.
Só vive bem, de verdade,
quem nesse mundo se ajeita!
Edy Soares
18

Por este  mundo,  sonhando,
com maravilhas me  encanto
viajo assim,  esperando,
ser  feliz,  em qualquer  canto.
Elenir Ferreira
19

Corro, em asas de euforia,
rumo a um sonho que sorri.
- Não tenhas pressa, Maria,
que o Mundo espera por ti!
Elisabete Aguiar
20

Na mochila o necessário.
Sou menestrel viajante.
Alma sem itinerário;
sou gira mundo gigante.
Eva Mello
21

Seu destino está traçado...
Vai conhecê-lo, um a um
Mas este chão piçarrado
Não leva a canto nenhum
Francisco José Pessoa
22

Estrada em terra batida
descortinando a pureza
mostrando que o bom da vida
é viver a natureza!
Gasparini Filho
23

Um chão de terra batida...
O azul de tua beleza,
imita o céu, põe mais vida
na vida da natureza!
Gasparini Filho
24

Mala feita, ela partiu
com as pernocas de fora;
nem sequer se despediu,
deu as costas, foi-se embora!
Geraldo Trombin
25

Caminhando estrada afora,
segue a jovem, seu caminho,
mandando a tristeza embora
à procura de carinho!
Gislaine Canales
26

Quem viaja se regala
com paisagens e aventuras...
Pegue, então, a sua mala
deixe todas amarguras!
Glória Tabet Marson
27

Resolvi sair agora
om a mala cheia de sonho.
Segui pela estrada afora
vendo um futuro risonho.
Heloisa Crespo
28

Prossigo na minha andança
mil calos em cada pé...
mas sem perder a esperança
muito menos minha fé!
Henrique Eduardo
29

Saio num passo aloucado
quando a estrada me convida
e vou soltando meu brado:
tão bela a estrada de vida!
Janske Niemann
30

Na ventura de encontrá-la
mundo afora em destemor...
nas mãos, a pequena mala;
no coração, grande amor!
João Batista Xavier Oliveira
31

Seja sempre o amor na viagem
pela vida a diretriz,
pois sem amor na bagagem
é impossível ser feliz.
João Costa
32

Viagens!... Eu as invento
sem sair do meu lugar
porque no meu pensamento
eu me permito voar!!
Joaquim Carlos
33

...e sai pela estrada afora
em busca da condução
para encontrar nova aurora
perto do teu coração.
Joarez Oliveira Preto
34

Quando jovem, concebia
o mundo inteiro viajar...
Tenho hoje por alegria,
trazer o mundo a meu lar.
José Feldman
35

Alma em festa, coração
que canta; pé no caminho;
lá vou eu, com emoção,
a procura de um carinho.
José Kalil  Salles
36


37

Viajar... Seguir a esmo
seguindo o próprio nariz
à procura de si mesmo
no sonho de ser feliz...
Juraci Siqueira
38

Com minha mala caminho,
confiante, pela estrada.
Não temo nenhum espinho.
Busco meus sonhos, mais nada!
Leonilda Spina
39

Saiba de cada detalhe
que existe em seu minimundo:
estude, sirva, trabalhe,
depois sim, vá correr mundo.
Lóla Prata
40

Lá vou indo pela estrada,
de chapéu, mala na mão,
caminhando acompanhada...
de coragem e emoção!...
Lourice C. Saliba
41

Quem quiser venha comigo
Minha mala já está pronta
Você não corre perigo!
Arrume-se logo, te apronta!
Marcos Coelho
42

Em minha alma vai brotando
um sentimento profundo
agradecendo e louvando
as maravilhas do mundo
Maria Alice Mazza Bernardes
43

A viagem supera a dor
quando, no peito, a batalha...
Por se perder um amor
a lembrança? Vai na mala!!
Maria de Lurdes Oliveira
44

À procura de ilusão
vou seguindo o meu caminho ...
Levo a maleta de mão
cheia de amor e carinho!
Maria do Carmo Zerbinato
45

Com uma mala na mão,
foi trilhar novo caminho.
Levando  em seu coração,
saudades de seu benzinho.
Maria Zilnete de Moraes Gomes
46

Sem segredo, sem magia,
mude sua realidade.
Quase sempre uma alegria
só depende da vontade.
Marina Valente
47

Que seja, a bagagem, leve,
tão leve quanto a alegria!
Se a vida teima em ser breve,
desfrute bem cada dia!
Mercedes Lisboa Sutilo
48

Uma viagem, um sonho!...
Parto agora agradecida
sem pensamento tristonho,
- é o meu prêmio na medida -.
Mifori
49

Eu levo ínfima bagagem
na mala e nos bolsos meus;
mesmo em longa ou curta viagem,
só vou precisar de Deus!
Myrthes Mazza Masiero
50

Sigo a estrada sempre adiante
para encontrar um caminho,
e um alguém que me levante
com palavras de carinho!..
Nair Lopes Rodrigues
51

E dentre os sonhos que eu quis,
um irei concretizar:
ir caminhando a Paris
sem pressa para chegar...
Plácido Amaral
52

Um dia vou topar comigo,
uma busca com ternura;
pela estrada me persigo,
um sonho ou uma aventura?
Ramão Aguilar
53

Desponto-me no horizonte:
destino incerto e plural.
Quando sonho, faço a ponte:
Nova Iorque ao Taj Mahal.
Ricardo Marques
54

Quando eu sonho, eis que eu acordo
com a bagagem na mão
e então já me vejo a bordo
sempre girando o timão!
Roberto Walbach
55

Para evitar desenganos
que complicam a jornada,
urge revisar os planos
antes de pegar estrada...
Ruth Farah Nacif Lutterback
56

Com um chapéu na cabeça,
pequena mala na mão,
caminha, mas não tropeça,
na senda do coração.
Ruth Hellmann
57

Pelo mundo eu viajei
tentando achar minha calma,
mas foi em mim que encontrei
a paz que estava em minha alma!...
Sônia Maria Ditzel Martelo
58

A menina viajante
torna seus sonhos reais.
Ela vive cada instante,
feliz,  planejando mais.
Sonia Regina Rocha Rodrigues
59

O seu tour é demorado!...
Paris, Havana, Pequim...
Meu amor é um principado.
Sei que voltas para mim!
Wagner Marques Lopes
60

Não agregue à sua viagem
as mágoas e os dissabores.
São excessos de bagagem
pagos ao preço das dores.
Wandira Fagundes Queiroz

Fonte:
Poesia em Trovas

Nenhum comentário:

Autor Anônimo (Oração do Cão Abandonado)

DEUS
Sei que sou um ser criado por ti, para ser amado
pelos homens mas nasci sem a sorte de alguns de minha espécie.

Hoje meu dono levou-me a um passeio de carro.
Chegamos em uma praça, ele tirou minha coleira,
me fez descer do carro, e virando-me as costas,
foi embora e nem se despediu.

Tentei segui-lo mas o carro corria muito e não pude alcançá-lo.
Caí exausto no asfalto. Ainda não entendi. Por que ele me abandonou?

Eu sempre o recebi abanando o rabo, fazia festa e lambia seus pés.
Sempre lati forte, para defendê-lo e afastar os estranhos da porta.

Eu brincava com as crianças... ah! elas me adoravam.
Que saudades. Será que elas ainda se lembram de mim?

Deus, eu fico imaginando como seria bom se eu pudesse
comer agora. Puxa, estou faminto.

Não tenho água para beber, e estou tão cansado.

Procuro um cantinho onde possa me abrigar da chuva,
mas muitas vezes sou chutado.
As pessoas não gostam muito de mim aqui nas ruas.

Estou fraco, não consigo andar muito,
mas encontrei enfim um lugar para passar essa noite.

Está muito frio e o chão está molhado.
Já não tenho pêlo para me aquecer, estou doente,
e creio que ainda hoje vou me encontrar contigo.
Aí no céu meu sofrimento vai terminar.

Peço-vos então, pelos outros, por todos os cãezinhos e animais
abandonados nas ruas, nos parques, nas praças.

Mande-lhes pessoas que deles tenham compaixão,
pois sozinhos, viverão poucos meses, serão atropelados,
sofrerão maltratos dos impiedosos. Proteja-os.

Amenize-lhes esse frio, com o calor das pessoas abençoadas.

Diminua-lhes a fome, tal qual a que sinto, com o alimento do amor que me foi negado.

Sacie-lhes a sede com a água pura dos Seus ensinamentos.

Elimine a dor das doenças, dos maltratados, estirpando a
ignorância do homem.

Tire o sofrimento dos que estão sendo sacrificados em atos
apregoados como religiosos, científicos, tirando das mãos
humanas a sede pelo sangue.

Abrande a tristeza dos que, como eu, foram abandonados,
pois, dentre todos os sofrimentos, esse foi o maior e mais
duro de suportar.

Receba, DEUS, nesta noite gelada, a minha alma, e
minha oração pelos que aqui ficam. É por eles que vos peço,
pois não são humanos, mas são Seus filhos, e são leais e inocentes, e foram criados por Suas mãos e merecem o Seu abrigo.

Amém.

Enviar a pagina em pdf por e-mail

Send articles as PDF to