Singrando Horizontes

Vive muito mais feliz
quem bebe as águas das fontes,
e, também, minh´alma diz,
quem vai Singrando Horizontes !
(Ialmar Pio Schneider - Porto Alegre/RS)

Vai, Singrando Horizontes,
O infinito é a ambição
rumo aos mais distantes montes,
rumo à imaginação!
(Sinclair Pozza Casemiro - Campo Mourão/PR)

Você é a Gralha Poeta
que leva nossa poesia
ao mundo, em que o grande esteta
criou com tanta harmonia!
(Nei Garcez – Curitiba/PR)
Nas artes e na literatura, vão surgindo as classificações didáticas, as separações por faixas etárias, estilos, temáticas etc. Ha professores e alunos no Brasil, que aprendem só isso da produção artística. Decoram nomes, escolas e datas, mas não se embrenham nos livros, preferem o futebol ou o vídeo-game. A Literatura de boa qualidade nos empolga, lemos sem poder largar o livro, as páginas suscitam nossa emoção, respondem ou provocam perguntas.

Sem a Literatura acumulada nos séculos, o ser humano estaria muito mais próximo da animalidade que ainda o caracteriza nas páginas policiais. Em minhas oficinas ninguém gasta muito tempo com aquela americana lista de soft, hard etc. etc. Falamos em cenas que não saem da memória, em emoções que derramam lágrimas, falamos em idéias e como expressa-las com eficiência. Quem entra em um Museu não fica procurando renascentistas, impressionistas, dadaistas, cubistas ou abstracionistas. O espectador inteligente não procura escolas ou datas, procura obras primas. Nossa ambição deve ser a obra-prima.

(André Carneiro)


Fonte da Imagem da Pomba = http://www.senado.gov.br/portaldoservidor/jornal/jornal121/qualidade_vida_paz.aspx

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

I Concurso de Trovas "Memorial Luiz Otávio" da Delegacia de Arapongas/PR (Resultado Final)


NACIONAL/INTERNACIONAL

VETERANOS

Tema: Irmão

Vencedores:

1º Lugar:

Não me importa qual o gene,
pois se há respeito e afeição,
um estranho que me acene
eu já chamo “ meu irmão”.
José Henrique da Costa 
(Magé/RJ)

2º Lugar:

Caminhar na solidão
é sina que já rompi.
De sangue, não tenho irmão,
mas tenho o irmão que escolhi.
Eliana Ruiz Jimenez 
(Balneário Camboriú/SC)

3º Lugar:

Quem limpa o espelho da vida
com as lãs do coração
vê, na imagem refletida,
o rosto de seu irmão.
Roberto Resende Vilela 
(Pouso Alegre/ MG)

4º Lugar:

A todo irmão abro a porta,
sem que exigências lhe faça,
pois nesta vida o que importa
é saber amar de graça.
Edweine Loureiro da Silva 
(Saitama/Japão)

5º Lugar:

Os anjos dizem amém
quando irmão ajuda irmão,
pois a prática do bem
sobe ao céu feito oração.
Dulcídio de Barros Moreira Sobrinho 
(Juiz de Fora/MG)

6º Lugar:

Se ele tem meu sangue ou não,
que me importa? - Antes bendigo
a adoção do meu irmão,
que, hoje, é o meu melhor amigo!!!
Maria Madalena Ferreira 
(Magé/RJ)

7º Lugar:

De nosso encontro, a união,
que em nossa vida se deu:
dentre os amigos, o irmão
que o amor fraterno escolheu.
Eliana Ruiz Jimenez 
(Balneário Camboriú/SC)

8º Lugar:

Olho, de modo profundo,
aquilo que Deus me deu;
na família vejo o mundo...
e no irmão um outro “eu”.
Roberto Resende Vilela 
(Pouso Alegre/MG)

9º Lugar:
Trovador, meu bom irmão,
a Trova é a nossa alegria
e o meu e o teu coração
têm a mesma sintonia!
José Antonio de Freitas 
(Pitangui/MG)

10º Lugar:

Não basta dar a comida,
um agasalho, um colchão;
o que importa em sua vida
é trata-lo como irmão.
Marina Gomes de Souza Valente 
(Bragança Paulista/SP)
_____________________________

NACIONAL/INTERNACIONAL

NOVO TROVADOR

Tema: Lição

Vencedores:

1º Lugar:

A lição da minha história,
é a grande crença na fé.
Entre derrota e vitória,
me mantive sempre em pé!
Rosa Maria Gomes Mendes 
(Rio de Janeiro/RJ)

2º Lugar:

Mestra Vida às vezes falha
ao ensinar a lição
e ao aluno ela atrapalha
pois nunca faz revisão.
Janilce Caldas Ananias Simões 
(Campos dos Goytacazes/RJ)

3º Lugar:

Cada lição ensinada
pelas durezas da vida
não será reaproveitada
já que nunca é repetida.
Janilce Caldas Ananias Simões 
(Campos dos Goytacazes/RJ)

4º Lugar:

A vida nos dá lição
bem difícil de aprender...
Por que é que meu coração
não consegue te esquecer?
Maria do Carmo M. Zerbinato 
(Niterói/RJ)

5º Lugar:

Hoje recordo sereno...
A lição que eu aprendi...
De grande, me fiz pequeno...
Com humildade: - Venci!
Luzimagda D. M. Ramos da Fonseca 
(Juiz de Fora/MG)

6º Lugar:

Tudo na vida é lição
e o Criador nosso Mestre.
Buscamos a redenção
na vida escolar terrestre.
Valter Rodrigues Mota 
(Taubaté/SP)

7º Lugar:

A dor é triste lição
neste mundo tão medonho,
quero buscar proteção
no refúgio do meu sonho.
Marco Fietto 
(Juiz de Fora/MG)

8º Lugar:

O nosso amor decantei
em feitio de oração,
porém, ruiu - eu bem sei,
mas me valeu a lição.
Vera Lúcia Esteves da Silva 
(Fortaleza/CE)

9º Lugar:

Quando o que se espera é incerto
e paira entre o sim e o não
ouça-me, pois sei que acerto:
- Tudo o que ocorre é lição!
Nelson de Souza 
(Atibaia/SP)

Comissão Julgadora:
Antonio Augusto de Assis
Janske N. Schlenker
Pedro Melo
Vanda Fagundes Queiróz
Coordenação: Andréa Motta
__________________________

ESTADUAL (PARANÁ)

VETERANOS

Tema: Gato

Vencedores:

1º Lugar:

Defendei, meu São Francisco,
os cachorrinhos e os gatos.
Protegei-os contra o risco
do abandono e dos maus-tratos.
A. A. de Assis 
(Maringá)

2º Lugar:

Bobagem grande, de fato,
que o meu bom senso rejeita...
Mas que inveja dá-me o gato
que no teu colo se deita!...
A. A. de Assis 
(Maringá)

3º Lugar:

A menina, de tal jeito,
pega no colo o gatinho,
que a cena é um quadro perfeito
de inocência, amor, carinho!
Vanda Fagundes Queiroz 
(Curitiba)

4º Lugar:

O meu gato é meu amigo...
Em casa, na falta dela,
assiste a T V comigo,
do futebol à novela.
Dari Pereira 
(Maringá)

5º Lugar:

Eu quisera ser um gato,
ronronar em teu caminho,
assim verias de fato
quão imenso é o meu carinho!...
Sônia Maria Ditzel Martelo +
(Ponta Grossa)

6º Lugar:

Confesso quanto sou grato
ao meu pequeno bichano,
quando vejo cão e gato
mais fiéis que um ser humano...
Vanda Fagundes Queiroz
(Curitiba)
________________________

ESTADUAL (PARANÁ)

NOVO TROVADOR

Tema: Cão

Vencedores:

1º Lugar:

Pobre cachorro sem raça,
vive na rua sem teto,
abana o rabo sem graça
na busca de lar e afeto.
Madalena Ferrante Pizzatto
(Curitiba)

2º Lugar:

Já nos disseram que o cão
é companheiro e é amigo;
me entristece o coração
se o encontro sem abrigo.
Osires Haddad 
(Curitiba)

3º Lugar:

Quando falo em amizade,
uma verdade eu te digo:
com extrema lealdade,
o cão é um fiel amigo.
Madalena Ferrante Pizzatto 
(Curitiba) 

4º Lugar:

Não pense jamais que é um chiste,
ou que à loucura concorro,
quando eu lhe disser que existe
a doce alma de um cachorro.
Nilsa Alves de Melo 
(Maringá)

5º Lugar:

É comum, em residência,
Ter a proteção de um cão;
por vezes sem assistência,
de teto e alimentação!
Odenir Follador 
(Ponta Grossa)

Comissão Julgadora:
Lisete Johnson
Delcy Canalles
Marilene Bueno
Gislaine Canales
Flávio Stefani
Coordenação: Flávio Stefani

Nenhum comentário:

Autor Anônimo (Oração do Cão Abandonado)

DEUS
Sei que sou um ser criado por ti, para ser amado
pelos homens mas nasci sem a sorte de alguns de minha espécie.

Hoje meu dono levou-me a um passeio de carro.
Chegamos em uma praça, ele tirou minha coleira,
me fez descer do carro, e virando-me as costas,
foi embora e nem se despediu.

Tentei segui-lo mas o carro corria muito e não pude alcançá-lo.
Caí exausto no asfalto. Ainda não entendi. Por que ele me abandonou?

Eu sempre o recebi abanando o rabo, fazia festa e lambia seus pés.
Sempre lati forte, para defendê-lo e afastar os estranhos da porta.

Eu brincava com as crianças... ah! elas me adoravam.
Que saudades. Será que elas ainda se lembram de mim?

Deus, eu fico imaginando como seria bom se eu pudesse
comer agora. Puxa, estou faminto.

Não tenho água para beber, e estou tão cansado.

Procuro um cantinho onde possa me abrigar da chuva,
mas muitas vezes sou chutado.
As pessoas não gostam muito de mim aqui nas ruas.

Estou fraco, não consigo andar muito,
mas encontrei enfim um lugar para passar essa noite.

Está muito frio e o chão está molhado.
Já não tenho pêlo para me aquecer, estou doente,
e creio que ainda hoje vou me encontrar contigo.
Aí no céu meu sofrimento vai terminar.

Peço-vos então, pelos outros, por todos os cãezinhos e animais
abandonados nas ruas, nos parques, nas praças.

Mande-lhes pessoas que deles tenham compaixão,
pois sozinhos, viverão poucos meses, serão atropelados,
sofrerão maltratos dos impiedosos. Proteja-os.

Amenize-lhes esse frio, com o calor das pessoas abençoadas.

Diminua-lhes a fome, tal qual a que sinto, com o alimento do amor que me foi negado.

Sacie-lhes a sede com a água pura dos Seus ensinamentos.

Elimine a dor das doenças, dos maltratados, estirpando a
ignorância do homem.

Tire o sofrimento dos que estão sendo sacrificados em atos
apregoados como religiosos, científicos, tirando das mãos
humanas a sede pelo sangue.

Abrande a tristeza dos que, como eu, foram abandonados,
pois, dentre todos os sofrimentos, esse foi o maior e mais
duro de suportar.

Receba, DEUS, nesta noite gelada, a minha alma, e
minha oração pelos que aqui ficam. É por eles que vos peço,
pois não são humanos, mas são Seus filhos, e são leais e inocentes, e foram criados por Suas mãos e merecem o Seu abrigo.

Amém.

Enviar a pagina em pdf por e-mail

Send articles as PDF to