Singrando Horizontes

Vive muito mais feliz
quem bebe as águas das fontes,
e, também, minh´alma diz,
quem vai Singrando Horizontes !
(Ialmar Pio Schneider - Porto Alegre/RS)

Vai, Singrando Horizontes,
O infinito é a ambição
rumo aos mais distantes montes,
rumo à imaginação!
(Sinclair Pozza Casemiro - Campo Mourão/PR)

Você é a Gralha Poeta
que leva nossa poesia
ao mundo, em que o grande esteta
criou com tanta harmonia!
(Nei Garcez – Curitiba/PR)
Nas artes e na literatura, vão surgindo as classificações didáticas, as separações por faixas etárias, estilos, temáticas etc. Ha professores e alunos no Brasil, que aprendem só isso da produção artística. Decoram nomes, escolas e datas, mas não se embrenham nos livros, preferem o futebol ou o vídeo-game. A Literatura de boa qualidade nos empolga, lemos sem poder largar o livro, as páginas suscitam nossa emoção, respondem ou provocam perguntas.

Sem a Literatura acumulada nos séculos, o ser humano estaria muito mais próximo da animalidade que ainda o caracteriza nas páginas policiais. Em minhas oficinas ninguém gasta muito tempo com aquela americana lista de soft, hard etc. etc. Falamos em cenas que não saem da memória, em emoções que derramam lágrimas, falamos em idéias e como expressa-las com eficiência. Quem entra em um Museu não fica procurando renascentistas, impressionistas, dadaistas, cubistas ou abstracionistas. O espectador inteligente não procura escolas ou datas, procura obras primas. Nossa ambição deve ser a obra-prima.

(André Carneiro)


Fonte da Imagem da Pomba = http://www.senado.gov.br/portaldoservidor/jornal/jornal121/qualidade_vida_paz.aspx

sábado, 23 de janeiro de 2010

Palavras e Expressões mais Usuais do Latim e de de outras linguas) Letra U-V


ubi bene, ibi patria
Latim = Onde se (vive) bem, aí (está) a pátria. Conceito materialista dos cosmopolitas.

ubi eadem ratio ibi eadem legis dispositio
Latim Direito = Onde existe a mesma razão, aí se aplica o mesmo dispositivo legal.

ubicumque sit res, pro domino suo clamat
Latim = Onde quer que esteja a coisa clama pelo seu dono. Princípio jurídico que resume o direito de propriedade, também citado assim em moral: res clamat domino, a coisa clama por seu dono.

ubi non est justitia, ibi non potest esse jus
Latim = Onde não existe justiça não pode haver direito. A justiça é que sustenta as diversas formas de direito.

ubi Petrus, ibi Ecclesia
Latim = Onde (está) Pedro aí (está) a Igreja. Provérbio muito citado pelos apologistas católicos que só consideravam verdadeira a igreja que estivesse em comunhão com o pontífice romano.

ubi societas, ibi jus
Latim Direito = Onde (está) a sociedade aí (está) o direito. De modo geral, as causas correm no foro da comarca onde a sociedade foi estabelecida.

ubi solitudinem faciunt, pacem appelant
Latim = Onde estabelecem a solidão, atraem a paz. Frase que Tácito atribui a um herói, vítima da rapinagem dos soldados romanos.

ultima ratio
Latim = Última razão. Argumento decisivo e terminante.

ultima ratio regum
Latim = Último argumento dos reis. Legenda gravada nos canhões de Luís XIV.

ultra petita
Latim Direito = Além do pedido. Diz-se da demanda julgada além do que pediu o autor.

una salus victis, nullam sperare salutem
Latim = A única salvação para os vencidos é não esperar salvação. Frase com que Enéias procura arrancar do desânimo os companheiros vencidos em Tróia.

una voce
Latim = De comum acordo; em coro; unanimemente.

unguibus et rostro
Latim = Com as garras e com o bico; com unhas e dentes.

urbi et orbi
Latim = Para a cidade (de Roma) e para o universo. Diz-se das bênçãos dadas pelo papa, em circunstâncias especiais, quando as estende ao mundo inteiro.

uti, non abuti
Latim = Usar, não abusar.

uti possidetis
Latim Direito = Como possuís. 1 Fórmula diplomática que estabelece o direito de um país a um território, baseada na ocupação pacifica dele. 2 Princípio que faz prevalecer a melhor posse provada da coisa imóvel, no caso de confusão de limites com outra contígua.

utile dulci
Latim = O útil ao agradável.

vade in pace
Latim = Vai em paz. Palavras com que o confessor despede o penitente, depois de absolvê-lo.

vade mecum
Latim = Vai comigo. Diz-se dos livros de conteúdo prático e útil, e formato pequeno.

vade retro, Satana!
Latim = Vai para trás, Satanás! Expressão usada duas vezes por Jesus: (Mt. IV, 10) a fim de repelir o demônio que o tentava de idolatria e (Marcos, VIII, 33) para repreender o apóstolo Pedro, que desejava dissuadi-lo de aceitar a morte e a paixão.

vae soli!
Latim = Ai do solitário! Expressão com que o Eclesiastes (IV, 10) lamenta a fraqueza do homem abandonado à própria sorte.

vae victis!
Latim = Ai dos vencidos! Exclamação atribuída a Breno, célebre caudilho gaulês que derrotou e saqueou Roma no ano de 390 a. C.

vanitas vanitatum et omnia vanitas
Latim = Vaidade das vaidades, e tudo é vaidade. Conclusão melancólica do Eclesiastes (XII, 8), sobre a pequenez das coisas deste mundo.

varietas delectat
Latim = A variedade agrada.

varium et mutabile semper femina
Latim = A mulher é algo mutável e inconstante. Expressão de Virgílio (Eneida, IV, 569-570).

velut aegri somnia
Latim = Como os sonhos de doente. É como Horácio (Arte Poética, 7) compara as obras literárias, sem entrosamento nas idéias; são sonhos disparatados de um enfermo.

veniam petimus damusque vicissim
Latim = Pedimos licença e a damos também. Horácio (Arte Poética, 2) aconselha a tolerância nas relações.

Veni Creator Spiritus
Latim = Vinde Espírito Criador. Primeiro verso do hino litúrgico da festa do Espírito Santo.

venite, exultemus Domino
Latim = Vinde, exultemos no Senhor. Palavras do breviário no invitatório de matinas, recitado diariamente pelos ministros sagrados.

veni, vidi, vici
Latim =Vim, vi, venci. Palavras com que César anunciou, ao Senado Romano, sua vitória sobre Farnaces, rei do Ponto, no ano 47 a. C. São citadas como alusão a um êxito seguro e rápido em qualquer empreendimento.

ventus popularis
Latim = Aura popular; popularidade.

vera incessu patuit dea
Latim = Manifestou-se verdadeira deusa pelo andar. Modo como Virgílio se refere a Vênus (Eneida, 1, 405).

verba et voces, praetereaque nihil
Latim = Palavras e vozes e nada mais. Verso de Ovídio em que o poeta verbera alguns discursos do seu tempo.

verba volant, scripta manent
Latim = As palavras voam, os escritos permanecem. Provérbio de grande atualidade que aconselha prudência em pronunciamentos comprometedores e na assinatura de contratos bilaterais.

verbum pro verbo
Latim = Palavra por palavra; ao pé da letra. Diz-se das traduções e interpretações fiéis.

vergiss mein nicht
Alemão = Não me olvides; miosótis.

veritas odium parit
Latim = A verdade gera o ódio. Conceito emitido por Terêncio, cujo pensamento é o seguinte: a complacência produz amigos e a franqueza, o ódio.

vesica piscis
Latim = Bexiga de peixe. Grande nimbo em forma de amêndoa.

victis honos
Latim = Honra aos vencidos. Empregada nas competições esportivas como sinal de confraternização.

victrix causa diis placuit, sed victa Catoni
Latim = A causa vencedora agradou aos deuses, mas a vencida a Catão. Lucano, em Farsália, I, 128, alude à fidelidade de Catão a Pompeu, quando este foi derrotado por César. Emprega-se para expressar apoio a uma causa, embora vencida.

video meliora, proboque, deteriora sequor
Latim = Vejo as coisas melhores e as aprovo, mas sigo as piores. Imagem do homem fraco, traçada por Ovídio (Metamorfoses, VII, 20). Vê o bem e o aprova, mas é arrastado pelas paixões.

vient de paraître
Francês = Acaba de surgir. Usada no mercado de livros para anunciar as novidades literárias.

vincit omnia veritas
Latim =A verdade vence todas as coisas.

vir bonus dicendi peritus
Latim = Homem de bem, perito em falar. O perfeito orador, segundo Quintiliano, deve aliar a honestidade de vida à perfeição oratória.

vis-à-vis
Frances = Frente a frente. Empregada quando alguém se encontra em frente a outra pessoa numa mesa, bailado etc.

vitam impendere vero
Latim = Consagrar a vida à verdade.

vivas in Deo
Latim = Que tu vivas em Deus. Frase com que os primeiros cristãos se despediam daqueles que morriam, desejando-lhes a felicidade eterna.

vivere parco
Latim = Viver com pouco.

vivit sub pectore vulnus
Latim = A ferida ainda vive no coração. O poeta Virgílio refere-se à paixão nascente de Dido.

volenti nihil difficile
Latim = Nada é difícil a quem quer; querer é poder.

volenti non fit injuria
Latim = Não se faz injúria àquele que consente. Axioma jurídico segundo o qual a vítima não se deve queixar em juízo de uma ofensa por ela consentida.

volti subito

Italiano = Volte rapidamente. Música = Expressão empregada nas partituras.

vox clamantis in deserto
Latim = A voz do que clama no deserto. Palavras de São João Batista, referindo-se a si próprio (Mt. II, 3), quando pregava às multidões no deserto. A expressão passou a ser empregada para designar aquele cujas admoestações não são atendidas.

vox faucibus haesit
Latim = A voz ficou presa na garganta. Expressão virgiliana para indicar uma forte emoção.

vox populi, vox Dei
Latim = Voz do povo, voz de Deus. O assentimento de um povo pode ser o critério de verdade.

vulnerant omnes, ultima necat
Latim = Todas ferem, a última mata. Inscrição filosófica em mostradores de relógios. Cada hora fere a nossa vida até que a derradeira a roube.
=====================
LETRA A http://singrandohorizontes.blogspot.com/2008/10/palavras-e-expresses-mais-usuais-do.html
LETRA B http://singrandohorizontes.blogspot.com/2008/10/palavras-e-expresses-mais-usuais-do_07.html
LETRA C http://singrandohorizontes.blogspot.com/2008/10/palavras-e-expresses-mais-usuais-do_21.html
LETRA D http://singrandohorizontes.blogspot.com/2008/11/palavras-e-expresses-mais-usuais-do.html
LETRA E http://singrandohorizontes.blogspot.com/2008/11/palavras-e-expresses-mais-usuais-do_28.html
LETRA F http://singrandohorizontes.blogspot.com/2009/01/palavras-e-expressoes-mais-usuais-do.html
LETRA G-H http://singrandohorizontes.blogspot.com/2009/05/palavras-e-expressoes-mais-usuais-do.html
LETRA I http://singrandohorizontes.blogspot.com/2009/06/palavras-e-expressoes-mais-usuais-do.html
LETRA J-L http://singrandohorizontes.blogspot.com/2009/06/palavras-e-expressoes-mais-usuais-do_21.html
LETRA M http://singrandohorizontes.blogspot.com/2009/07/palavras-e-expressoes-mais-usuais-do.html
LETRA N http://singrandohorizontes.blogspot.com/2009/07/palavras-e-expressoes-mais-usuais-do_11.html
LETRA O http://singrandohorizontes.blogspot.com/2009/09/palavras-e-expressoes-mais-usuais-do.html
LETRA P http://singrandohorizontes.blogspot.com/2009/10/palavras-e-expressoes-mais-usuais-do.html
LETRA Q http://singrandohorizontes.blogspot.com/2009/10/palavras-e-expressoes-mais-usuais-do_17.html
LETRA R http://singrandohorizontes.blogspot.com/2009/11/palavras-e-expressoes-mais-usuais-do.html
LETRA S http://singrandohorizontes.blogspot.com/2009/11/palavras-e-expressoes-mais-usuais-do_21.html
LETRA T http://singrandohorizontes.blogspot.com/2009/12/02/palavras-e-expressoes-mais-usuais-do-latim-e-de-outras-linguas-letra-t/

Fonte:
Helio Consolaro. In Por Tras das Letras

Nenhum comentário:

Autor Anônimo (Oração do Cão Abandonado)

DEUS
Sei que sou um ser criado por ti, para ser amado
pelos homens mas nasci sem a sorte de alguns de minha espécie.

Hoje meu dono levou-me a um passeio de carro.
Chegamos em uma praça, ele tirou minha coleira,
me fez descer do carro, e virando-me as costas,
foi embora e nem se despediu.

Tentei segui-lo mas o carro corria muito e não pude alcançá-lo.
Caí exausto no asfalto. Ainda não entendi. Por que ele me abandonou?

Eu sempre o recebi abanando o rabo, fazia festa e lambia seus pés.
Sempre lati forte, para defendê-lo e afastar os estranhos da porta.

Eu brincava com as crianças... ah! elas me adoravam.
Que saudades. Será que elas ainda se lembram de mim?

Deus, eu fico imaginando como seria bom se eu pudesse
comer agora. Puxa, estou faminto.

Não tenho água para beber, e estou tão cansado.

Procuro um cantinho onde possa me abrigar da chuva,
mas muitas vezes sou chutado.
As pessoas não gostam muito de mim aqui nas ruas.

Estou fraco, não consigo andar muito,
mas encontrei enfim um lugar para passar essa noite.

Está muito frio e o chão está molhado.
Já não tenho pêlo para me aquecer, estou doente,
e creio que ainda hoje vou me encontrar contigo.
Aí no céu meu sofrimento vai terminar.

Peço-vos então, pelos outros, por todos os cãezinhos e animais
abandonados nas ruas, nos parques, nas praças.

Mande-lhes pessoas que deles tenham compaixão,
pois sozinhos, viverão poucos meses, serão atropelados,
sofrerão maltratos dos impiedosos. Proteja-os.

Amenize-lhes esse frio, com o calor das pessoas abençoadas.

Diminua-lhes a fome, tal qual a que sinto, com o alimento do amor que me foi negado.

Sacie-lhes a sede com a água pura dos Seus ensinamentos.

Elimine a dor das doenças, dos maltratados, estirpando a
ignorância do homem.

Tire o sofrimento dos que estão sendo sacrificados em atos
apregoados como religiosos, científicos, tirando das mãos
humanas a sede pelo sangue.

Abrande a tristeza dos que, como eu, foram abandonados,
pois, dentre todos os sofrimentos, esse foi o maior e mais
duro de suportar.

Receba, DEUS, nesta noite gelada, a minha alma, e
minha oração pelos que aqui ficam. É por eles que vos peço,
pois não são humanos, mas são Seus filhos, e são leais e inocentes, e foram criados por Suas mãos e merecem o Seu abrigo.

Amém.

Enviar a pagina em pdf por e-mail

Send articles as PDF to