Singrando Horizontes

Vive muito mais feliz
quem bebe as águas das fontes,
e, também, minh´alma diz,
quem vai Singrando Horizontes !
(Ialmar Pio Schneider - Porto Alegre/RS)

Vai, Singrando Horizontes,
O infinito é a ambição
rumo aos mais distantes montes,
rumo à imaginação!
(Sinclair Pozza Casemiro - Campo Mourão/PR)

Você é a Gralha Poeta
que leva nossa poesia
ao mundo, em que o grande esteta
criou com tanta harmonia!
(Nei Garcez – Curitiba/PR)
Nas artes e na literatura, vão surgindo as classificações didáticas, as separações por faixas etárias, estilos, temáticas etc. Ha professores e alunos no Brasil, que aprendem só isso da produção artística. Decoram nomes, escolas e datas, mas não se embrenham nos livros, preferem o futebol ou o vídeo-game. A Literatura de boa qualidade nos empolga, lemos sem poder largar o livro, as páginas suscitam nossa emoção, respondem ou provocam perguntas.

Sem a Literatura acumulada nos séculos, o ser humano estaria muito mais próximo da animalidade que ainda o caracteriza nas páginas policiais. Em minhas oficinas ninguém gasta muito tempo com aquela americana lista de soft, hard etc. etc. Falamos em cenas que não saem da memória, em emoções que derramam lágrimas, falamos em idéias e como expressa-las com eficiência. Quem entra em um Museu não fica procurando renascentistas, impressionistas, dadaistas, cubistas ou abstracionistas. O espectador inteligente não procura escolas ou datas, procura obras primas. Nossa ambição deve ser a obra-prima.

(André Carneiro)


Fonte da Imagem da Pomba = http://www.senado.gov.br/portaldoservidor/jornal/jornal121/qualidade_vida_paz.aspx

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Fábio Ramos (1980)

Fabio Ramos nasceu em Lages, na Serra de Santa Catarina, em 04 de novembro de 1980.

Filho de Carlino dos Santos e Solineti Ramos dos Santos, iniciou sua carreira artística aos oito anos na música na cidade de Rio dos Cedros, no Vale Europeu de Santa Catarina.

Fabio viveu em contato com a arte e a cultura europeia, presente em movimentos sociais, esporte, cultura e lazer na cidade em que cresceu RIO DOS CEDROS - SC, e passando por diversas situações usou papel e caneta para fazer um verdadeiro amigo, um refúgio para suas lamentações, medos, sonhos, desejos. Bastante contraditório por estudar e trabalhar no setor das exatas, Fabio fez da música e da poesia algo muito forte em sua vida.

A princípio seus textos eram apenas rascunhos de papel escondidos, até que amigos e amigas começaram a ler e gostar dos textos, e então começaram a transmitir os mesmos, tornando Fabio conhecido por belos poemas.

Em 1996 conheceu o escritor Pomerano Cícero Pedro de Mello, que incentivou e mostrou os primeiros caminhos para tornar-se um bom escritor. Neste tempo a mídia local do Vale, começou a apoiar seu trabalho e depois de muito tempo utilizando diversos meios para divulgar suas obras, Fabio então foi reconhecido e tem textos espalhados por todo o Brasil e o mundo.

Em 2007 iniciou participações em livros, como a Antologia Coletânea de Poemas, Crônicas e Contos, “ELDORADO”, Volume IV, pelo Celeiro dos Escritores, e logo em seguida participou da Antologia de Poesia e Prosa de Escritores Contemporâneos “Amor & Paixão”, Volume I.

Também pelo Celeiro dos Escritores, em 2009 participou da Antologia “Poesia do Brasil”, e do Congresso Brasileiro de Poesia e encontro internacional de Arte, e hoje com diversas participações mundiais em livros e eventos.

Em 2010 pela primeira vez  tomou  posse como Imortal Acadêmico na Academia Boituvense de Letras e Artes / SP ", e recebeu também o Título de "CHANCELER DAS ARTES".

Recebeu Menção Honrosa, na Câmara Municipal da cidade de Capinzal – SC; pelas raízes familiares nesta cidade.

Menção Honrosa, na Câmara Municipal da cidade de Chapecó – SC.

No ano de 2011, Fabio Ramos, tornou-se Acadêmico da:  *ACLA/MG  – Academia de Ciências  Letras e Artes de  MG,  recebendo o cargo de Delegado de Artes , e em julho deste ano o título Provedor da Paz, todos pela ACLA/MG.

Ainda em julho de 2011 recebeu o título de “Comendador da Ordem do Mérito Tiradentes Protomartir da Independência”,   pela Casa Despotal de Thessalônica, Theocrática de Lagash, que é uma Entidade Cultural de Direito Histórico em Exilio. Recebeu medalha Tiradentes,  A " Ordem do Mérito Tiradentes Protomartir da Independência" é uma Ordem do Mérito que tem por Missão Honrar , Premiar e reconhecer Artistas , Escritores e Personalidades que se destaquem na sociedade onde vivem ,trabalhando em prol da Humanidade como fez o Protomartir da Independência.

Em outubro de 2011, recebeu na Itália a Medalha e Lauda de Honra ao Mérito da “Soberano Nobile e Reale Famiglia Italiani di Taranto”.

Nos anos de 2011, 2012 e 2013, recebeu o Prêmio Destaque da Literatura, pelo Colunista Social Paulista, Raimundo Nonato.

Foi selecionado para o Livro Os 100 Melhores da Poesia no Brasil, sendo eleito um dos melhores poetas Brasileiros.

Recebeu ainda a Lauda de Honra ao Mérito da Casa de Gouvin – Portugal.

Em  2012, a nomeação de Senador Estadual da FEBACLA – Federação Brasileira dos Acadêmicos de Ciências Letras e Artes, onde também passa a responder em nome da Federação para todo o Estado de SC.

Recebeu em julho de 2012 o Prêmio Pena de Ouro – Selo de Ouro da Literatura Brasileira, no Rio de Janeiro.

Membro Honorário da AFLA -  Academia Fraiburguense de Letras.
        
Recebeu a Medalha Poeta Célio G. da Silva, pela ALB - SC -  Academia de Letras do Brasil – SC.

Recebeu a indicação de MEMBRO da ALB - Suiça -  Academia de Letras do Brasil Internacional Sucursal  Suiça.

Recebeu a nomeação de membro vitalício Cadeira 41 como da ALB - SC -  Academia de Letras do Brasil – SC.

Nomeado Presidente da sucursal Rio dos Cedros – SC,  dA ALB - SC -  Academia de Letras do Brasil – SC, posse em novembro de 2013,
Nomeação de Presidente da sucursal Micro Região de Blumenau – SC,  da ALB - SC -  ACADEMIA DE LETRAS DO BRASIL – SC, posse em novembro de 2013,

Nomeação de Vice Presidente Estadual da ALB - SC.

Título de Doutor em Filosofia Univérsica Ph.I. - Filósofo Imortal, em reconhecimento a produção Filosofo/Literária de Repercussões Internacionais.

Recebeu em fevereiro de 2014 a nomeação de Secretário Poetas Del Mundo Para o Brasil.

LIVROS

*Antologia  Coletânea de Poemas, Crônicas e Contos, “ELDORADO” , Volume IV, pelo Celeiro dos Escritores,
*Antologia de Poesia e Prosa de Escritores Contemporâneos “Amor & Paixão”, Volume I, pelo Celeiro dos Escritores
*Antologia “Poesia do Brasil”, no Congresso Brasileiro e encontro internacional de Artes
*Antologia “Poetas Contemporâneos do Brasil", pelo Portal do Poeta Brasileiro
*Antologia “À PAZ”
*Antologia “ALIMENTO DA ALMA” pela Editora All Print – SP
*Agenda Poética, pela Editora All Print - SC
*Antologia “CRISTAL DE TALENTOS II” , pela Editora Scoterci - SP
*Antologia “DESTAQUE DA LITERATURA” , pelo Colunista Social Raimundo Nonato – SP
*Antologia “DEL´SECCHI” , pelo Colunista Social Raimundo Nonato – SP
*Antologia “MELHORES DA POESIA BRASILEIRA”, por Jane Rossi e Mônica Rosemberg
*Antologia “POESIAS” , pela ACHE, Associação Chapecoense de Escritores
* ETERNIDADE NA VOZ DE UM CORAÇÃO,  Livro solo de Poesias
* O CORAÇÃO DE LORENZO, Romance

Fonte:
Dados enviados pelo poeta

Nenhum comentário:

Autor Anônimo (Oração do Cão Abandonado)

DEUS
Sei que sou um ser criado por ti, para ser amado
pelos homens mas nasci sem a sorte de alguns de minha espécie.

Hoje meu dono levou-me a um passeio de carro.
Chegamos em uma praça, ele tirou minha coleira,
me fez descer do carro, e virando-me as costas,
foi embora e nem se despediu.

Tentei segui-lo mas o carro corria muito e não pude alcançá-lo.
Caí exausto no asfalto. Ainda não entendi. Por que ele me abandonou?

Eu sempre o recebi abanando o rabo, fazia festa e lambia seus pés.
Sempre lati forte, para defendê-lo e afastar os estranhos da porta.

Eu brincava com as crianças... ah! elas me adoravam.
Que saudades. Será que elas ainda se lembram de mim?

Deus, eu fico imaginando como seria bom se eu pudesse
comer agora. Puxa, estou faminto.

Não tenho água para beber, e estou tão cansado.

Procuro um cantinho onde possa me abrigar da chuva,
mas muitas vezes sou chutado.
As pessoas não gostam muito de mim aqui nas ruas.

Estou fraco, não consigo andar muito,
mas encontrei enfim um lugar para passar essa noite.

Está muito frio e o chão está molhado.
Já não tenho pêlo para me aquecer, estou doente,
e creio que ainda hoje vou me encontrar contigo.
Aí no céu meu sofrimento vai terminar.

Peço-vos então, pelos outros, por todos os cãezinhos e animais
abandonados nas ruas, nos parques, nas praças.

Mande-lhes pessoas que deles tenham compaixão,
pois sozinhos, viverão poucos meses, serão atropelados,
sofrerão maltratos dos impiedosos. Proteja-os.

Amenize-lhes esse frio, com o calor das pessoas abençoadas.

Diminua-lhes a fome, tal qual a que sinto, com o alimento do amor que me foi negado.

Sacie-lhes a sede com a água pura dos Seus ensinamentos.

Elimine a dor das doenças, dos maltratados, estirpando a
ignorância do homem.

Tire o sofrimento dos que estão sendo sacrificados em atos
apregoados como religiosos, científicos, tirando das mãos
humanas a sede pelo sangue.

Abrande a tristeza dos que, como eu, foram abandonados,
pois, dentre todos os sofrimentos, esse foi o maior e mais
duro de suportar.

Receba, DEUS, nesta noite gelada, a minha alma, e
minha oração pelos que aqui ficam. É por eles que vos peço,
pois não são humanos, mas são Seus filhos, e são leais e inocentes, e foram criados por Suas mãos e merecem o Seu abrigo.

Amém.

Enviar a pagina em pdf por e-mail

Send articles as PDF to