Singrando Horizontes

Vive muito mais feliz
quem bebe as águas das fontes,
e, também, minh´alma diz,
quem vai Singrando Horizontes !
(Ialmar Pio Schneider - Porto Alegre/RS)

Vai, Singrando Horizontes,
O infinito é a ambição
rumo aos mais distantes montes,
rumo à imaginação!
(Sinclair Pozza Casemiro - Campo Mourão/PR)

Você é a Gralha Poeta
que leva nossa poesia
ao mundo, em que o grande esteta
criou com tanta harmonia!
(Nei Garcez – Curitiba/PR)
Nas artes e na literatura, vão surgindo as classificações didáticas, as separações por faixas etárias, estilos, temáticas etc. Ha professores e alunos no Brasil, que aprendem só isso da produção artística. Decoram nomes, escolas e datas, mas não se embrenham nos livros, preferem o futebol ou o vídeo-game. A Literatura de boa qualidade nos empolga, lemos sem poder largar o livro, as páginas suscitam nossa emoção, respondem ou provocam perguntas.

Sem a Literatura acumulada nos séculos, o ser humano estaria muito mais próximo da animalidade que ainda o caracteriza nas páginas policiais. Em minhas oficinas ninguém gasta muito tempo com aquela americana lista de soft, hard etc. etc. Falamos em cenas que não saem da memória, em emoções que derramam lágrimas, falamos em idéias e como expressa-las com eficiência. Quem entra em um Museu não fica procurando renascentistas, impressionistas, dadaistas, cubistas ou abstracionistas. O espectador inteligente não procura escolas ou datas, procura obras primas. Nossa ambição deve ser a obra-prima.

(André Carneiro)


Fonte da Imagem da Pomba = http://www.senado.gov.br/portaldoservidor/jornal/jornal121/qualidade_vida_paz.aspx

quarta-feira, 3 de junho de 2015

A. A. de Assis (Revista Virtual de Trovas "Trovia" - junho de 2015)



Trovia
UBT – Seção Maringá-PR -- 
Coordenação: A. A. de Assis
Ano 16 – n. 182 – 
Revista virtual de trovas – Junho 2015




Nós somos tão um do outro,
que eu fico às vezes pensando
que em nossos abraços loucos
sou eu que estou me abraçando!
Adriano Carlos

Hoje eu sei que foi loucura...
Mas ao louco que fui eu
devo o pouco de ternura
que o bom senso não me deu!
Cesídio Ambrogi

Transformei em lindo adorno
os ritos do meu sonhar...
Andei, vaguei sem retorno,
me acampei no teu olhar. 
Conceição Abritta

Lembra a saudade uma estrela
nas águas de um ribeirão
que fica sempre a retê-la,
enquanto as águas se vão...
Luiz Antônio Pimentel

Entrai... a casa é modesta,
mas neste fraterno abrigo
toda presença é uma festa
quando é presença de amigo.
Orlando Brito

Amar é fazer o ninho
que duas almas contém:
ter medo de estar sozinho,
dizer com lágrimas: – Vem!
Tobias Barreto

------------------------
 
Por ironia, um defeito
a manicure consome:
não consegue dar um jeito
no marido “unha-de-fome”!
Arlindo Tadeu Hagen – MG

Pergunta a mestra ao menino,
aluno meio confuso:
– A porca... tem masculino?
– Tem, fessora... o parafuso!
Edmar Japiassú Maia – RJ

– Meu guri só diz tolice!...
E o garoto retrucou:
– Mas, papai, tudo o que eu disse
foi você quem me falou!...
Heloisa Zanconato – MG

Pessoa que tem juízo
é contrassenso dizer:
– Corro atrás do prejuízo...
-– Se achá-lo, que irá fazer?
J.B.X. Oliveira – SP

O ciumento do marido,
a esposa surpreendeu,
ao dizer-lhe ter dormido
sob os braços de Morfeu...
José Fabiano – MG

Vez ou outra um sabidinho
vê, surpreso, o quanto é bobo:
– De olho gordo em Chapeuzinho,
vira banquete de um lobo...
Osvaldo Reis – PR

Quando a feia se “embeleza”,
mas o resultado é trágico,
diz o espelho – que se preza:
– Ela pensa que sou mágico!...
Renato Alves – RJ

“Que belo corpo”, ele exclama,
sem ver que tem namorado...
“Que vontade de ir pra cama!”
E foi... sozinho e engessado.
Therezinha Brisolla – SP

-----------------------------------------


Bom vento que vens das serras
ou dos campos ou do mar,
varre os ódios, varre as guerras,
deixa o amor enfim reinar!
A. A. de Assis – PR

Divide aquilo que tens
com quem tem fome e padece.
A partilha dos teus bens
tem mais valor que uma prece!
Alba Helena Corrêa – RJ

Tenho o calor da lareira,
do vinho tenho o sabor;
preciso achar a maneira
de ter também teu amor!
Alberto Paco – PR

Sei que a vida é muito dura
e por isso não me iludo,
mas sonhar não se segura
e em sonhos alcanço tudo!
Almir Pinto de Azevedo – RJ

O meu melhor agasalho
é o colo de minha amada,
pois quando nele me encalho
não temo o frio ou geada!
Amilton Monteiro – SP

Toda vez que você canta,
encanta e a palmas faz jus.
A plateia se levanta
e o seu canto se faz luz.
André Ricardo Rogério – PR

Delírio é lira do poeta,
a rima do trovador.
É liturgia completa,
quer na alegria ou na dor.
Andréa Motta – PR

As promessas que fizeste
nem a lua abençoou.
Tudo não passou de um teste,
pois você nunca me amou.
Ângela Stefanelli – RJ

Hoje o sol nasceu tão lindo,
tão lindo, que eu me confundo:
– Será que Deus está rindo
ou rindo está o nosso mundo!
Ari Santos de Campos – SC

Não temas portas fechadas,
nem mesmo fracassos temas;
há sempre forças guardadas
para as conquistas supremas.
Carolina Ramos – SP

Penso que assim como os trilhos
levam e trazem o trem,
o pai conduz os seus filhos
pelo caminho do bem.
Clênio Borges – RS

Receba, de coração,
o que posso repartir:
à mesa, um pouco de pão,
e a alegria de sorrir.
Cônego Telles – PR

Se acaso guardas do irmão
rancor ou ressentimento,
busca em teu peito o perdão
e atira as mágoas ao vento.
Dáguima Verônica – MG

Belezas da minha terra...
– O facho dos pirilampos
clareia a sombra da serra
e não incendeia os campos.
Dari Pereira – PR

Desatado o nó da fita,
renasceste do passado,
no adeus de uma carta escrita
que eu jurava ter rasgado...
Darly A. O. Barros – SP

Dever do bom trovador,
que desse dever dá provas,
é fazer trovas de amor
pelo amor que tem às trovas.
Delcy Canalles – RS

A trova, de qualquer jeito,
chega forte e vai bem fundo.
Em seu contexto perfeito,
já percorreu todo o mundo.
Diamantino Ferreira – RJ

Distante é grande a vontade,
saudade no peito bate...
Antes matar a saudade
que deixar que ela nos mate.
Djalma da Mota – RN

São flores, eu penso vê-las,
uma azul... outra dourada...
quando o sol colhe as estrelas
dos canteiros da alvorada!...
Domitilla Borges Beltrame – SP

Na penumbra da noitinha,
a estrela, piscando ao léu,
parece abraçar, sozinha,
todo o mistério do céu.
Dorothy Jansson Moretti – SP

Traz o arco-íris à lembrança
que, ao criar tanta beleza,
Deus nos fez, em confiança,
tutores da natureza.
Eliana Jimenez – SC

Quando, amor, nos olhos seus
vejo a cor verde do mar,
agradeço e peço a Deus
que nunca os deixe chorar!
Eliana Palma – PR

Vivo em constante conflito,
entre o delírio e a razão:
– meu sonho alcança o infinito...
meus pés... tropeçam no chão.
Elisabeth Souza Cruz – RJ

Na caixa preta do amor
uma verdade persiste:
em coração sonhador
tristeza nenhuma existe.
Euclymar Porto – RJ

Velho farol apagado,
as ondas vêm te beijar,
pelo serviço prestado
aos navegantes do mar.
Evandro Sarmento – RJ

Quando nada mais te acalma
no sofrido altar da vida,
põe de joelhos tua alma,
que dela Deus não duvida!
Flávio Stefani - RS

O rancor sempre me diz,
num tom de quem não caçoa:
Se quem se vinga é feliz,
mais feliz é quem perdoa!
Francisco GarciaRN

Saudade é o tempo guardado
dentro do peito da gente...
nó que se dá no passado
e se desfaz no presente.
Francisco Pessoa – CE

Amor é palavra doce
que algum poeta escreveu.
O amor é como se fosse:
– Só a vida, você...e eu!
Gasparini Filho – SP
Nas mãos de Deus tudo entrego
fazendo um pedido assim:
que estes sonhos que carrego
não morram antes de mim!
Gérson Cesar Souza – PR

A trova, com seu compasso,
ameniza a minha dor,
razão por que sempre a faço
pensando no meu amor...
Gislaine Canales – RS

A uma ofensa que machuca,
por mais que me queime ou doa,
se meu sangue diz – “Retruca!”,
a minha alma diz – “Perdoa!”
Heron Patrício – SP

Velhos sonhos, na lembrança,
vou mantendo em meu viver,
e nunca perco a esperança
de que vão acontecer!
Istela Marina – PR

Diz-me esta ruga esculpida,
entalhe que o tempo fez,
que a primavera da vida
só nos floresce uma vez.
Jaime Pina da Silveira – SP

Em vez de mel, chocolate,
restou-me um outro sabor:
nos meus lábios, mertiolate
"curando" beijos de amor...
Jeanette De Cnop – PR

Não há verso, não há rima,
não há forma de se expor;
não há palavra que exprima
o viver um grande amor.
Jesse Nascimento – RJ

Palco de muitos autores,
a vida é sempre uma estreia,
onde nós somos atores
e ao mesmo tempo plateia!
Joaquim Carlos – RJ

O preço de uma vitória
conquistada com suor
nos mostra que em toda história
nem sempre vence o maior…
José Feldman – PR

Rompe a aurora na floresta,
e o pequeno rouxinol
ensaia o hino da festa
do nascimento do Sol.
José Lucas de Barros – RN

Quebrado e quase a ruir, 
o coqueiro sobre o mar
parece quem vai partir,
com vontade de ficar!
José Messias Braz – MG

O aplauso é a mais justa loa
que a um artista se concebe:
Tão pouco, para quem doa;
tão bom, para quem recebe!
José Ouverney – SP

Nos garimpos desta vida,
que o destino abandonou,
eu sou bateia esquecida
que nem cascalho pegou.
José Valdez – SP

Duas taças, queijo, pão,
um bom vinho e uma lareira
nos prometem, de antemão,
uma festa... a noite inteira!...
Lucília Decarli – PR

Nas horas mortas da noite,
sem luar e bem-querer,
tua ausência é puro açoite
que duplica o meu sofrer...
Luiz Carlos Abritta – MG

De ilusões eu fui vivendo...
e a esperança, disfarçada,
via os meus sonhos morrendo,
mas nunca me disse nada!
Maria Lúcia Daloce – PR

Muito pouco foi preciso
para em Deus acreditar.
No encanto do teu sorriso
eu vejo o céu se espelhar.
Maria Luíza Walendowsky – SC

Quando a dúvida se instala
dentro de um peito infeliz,
não importa o que ela fala,
já se sabe o que ela diz.
Maria Thereza Cavalheiro – SP

Contemplar o mar infindo,
entender sua poesia,
ver o sol se despedindo,
é sentir paz e alegria.
Marina Valente – SP

Saibam todos que o trabalho
ao homem bom enobrece;
mas quem não pega no malho
seu espírito empobrece!
Maurício Friedrich – PR

Vejo a varanda sem rede,
silêncio no casarão,
e os retratos na parede
parecem vivos... não são...
Messias da Rocha – MG

O melhor amigo, em tudo,
de atitude sempre pronta,
nos quer bem, e não é mudo:
nossos erros nos aponta.
Nei Garcez – PR

A fé que você procura,
às vezes sem solução,
encontrará na ternura
que existe no coração.
Neiva Fernandes – RJ

Faça chuva ou faça sol,
barro ou poeira na estrada,
se você for meu farol,
continuo a caminhada.
Olga Agulhon – PR

Para quem vive sem teto
e com carência de amor,
um simples lençol de afeto
vale mais que um cobertor.
Olympio Coutinho – MG

Uma trova, quando é feita,
saída do coração,
ela agrada, ela deleita,
vem perfumada de unção.
Raymundo Salles Brasil – BA

Sou o amor, sou a alegria,
sou poeta apaixonado,
mas fora da poesia
sou verso de pé quebrado.
Rita Mourão – SP

A tristeza em minha casa
está num quarto vazio:
de dia, a saudade arrasa;
de noite, mata de frio.
Roberto Acruche – RJ

O amor faz passar o tempo,
não há quem possa negar.
Mas, se o amor é passatempo,
o tempo é que o faz passar...
Ruth Farah – RJ

Brindemos à despedida,
que, em nosso gesto imaturo,
ela é a única saída
para um amor sem futuro!
Selma Patti Spinelli – SP

Se eu conseguisse estender
o meu braço ao infinito,
somente iria colher
do universo o mais bonito.
Talita Batista – RJ

Pela emoção mais secreta,
ou de alegria ou de dor,
a lua inspira o poeta,
na trova que vai compor.
Vanda Alves – PR

Enquanto, amor, tu demoras
e eu vou somando ansiedade,
a travessia das horas
é calculada em saudade.
Vanda Fagundes Queiroz – PR

Em momentos cruciais,
aos heróis trazendo glória,
audácia é um impulso a mais
que muda os rumos da história.
Wanda Mourthé – MG

===========================
Visite:
=================================


Nenhum comentário:

Autor Anônimo (Oração do Cão Abandonado)

DEUS
Sei que sou um ser criado por ti, para ser amado
pelos homens mas nasci sem a sorte de alguns de minha espécie.

Hoje meu dono levou-me a um passeio de carro.
Chegamos em uma praça, ele tirou minha coleira,
me fez descer do carro, e virando-me as costas,
foi embora e nem se despediu.

Tentei segui-lo mas o carro corria muito e não pude alcançá-lo.
Caí exausto no asfalto. Ainda não entendi. Por que ele me abandonou?

Eu sempre o recebi abanando o rabo, fazia festa e lambia seus pés.
Sempre lati forte, para defendê-lo e afastar os estranhos da porta.

Eu brincava com as crianças... ah! elas me adoravam.
Que saudades. Será que elas ainda se lembram de mim?

Deus, eu fico imaginando como seria bom se eu pudesse
comer agora. Puxa, estou faminto.

Não tenho água para beber, e estou tão cansado.

Procuro um cantinho onde possa me abrigar da chuva,
mas muitas vezes sou chutado.
As pessoas não gostam muito de mim aqui nas ruas.

Estou fraco, não consigo andar muito,
mas encontrei enfim um lugar para passar essa noite.

Está muito frio e o chão está molhado.
Já não tenho pêlo para me aquecer, estou doente,
e creio que ainda hoje vou me encontrar contigo.
Aí no céu meu sofrimento vai terminar.

Peço-vos então, pelos outros, por todos os cãezinhos e animais
abandonados nas ruas, nos parques, nas praças.

Mande-lhes pessoas que deles tenham compaixão,
pois sozinhos, viverão poucos meses, serão atropelados,
sofrerão maltratos dos impiedosos. Proteja-os.

Amenize-lhes esse frio, com o calor das pessoas abençoadas.

Diminua-lhes a fome, tal qual a que sinto, com o alimento do amor que me foi negado.

Sacie-lhes a sede com a água pura dos Seus ensinamentos.

Elimine a dor das doenças, dos maltratados, estirpando a
ignorância do homem.

Tire o sofrimento dos que estão sendo sacrificados em atos
apregoados como religiosos, científicos, tirando das mãos
humanas a sede pelo sangue.

Abrande a tristeza dos que, como eu, foram abandonados,
pois, dentre todos os sofrimentos, esse foi o maior e mais
duro de suportar.

Receba, DEUS, nesta noite gelada, a minha alma, e
minha oração pelos que aqui ficam. É por eles que vos peço,
pois não são humanos, mas são Seus filhos, e são leais e inocentes, e foram criados por Suas mãos e merecem o Seu abrigo.

Amém.

Enviar a pagina em pdf por e-mail

Send articles as PDF to