Singrando Horizontes

Vive muito mais feliz
quem bebe as águas das fontes,
e, também, minh´alma diz,
quem vai Singrando Horizontes !
(Ialmar Pio Schneider - Porto Alegre/RS)

Vai, Singrando Horizontes,
O infinito é a ambição
rumo aos mais distantes montes,
rumo à imaginação!
(Sinclair Pozza Casemiro - Campo Mourão/PR)

Você é a Gralha Poeta
que leva nossa poesia
ao mundo, em que o grande esteta
criou com tanta harmonia!
(Nei Garcez – Curitiba/PR)
Nas artes e na literatura, vão surgindo as classificações didáticas, as separações por faixas etárias, estilos, temáticas etc. Ha professores e alunos no Brasil, que aprendem só isso da produção artística. Decoram nomes, escolas e datas, mas não se embrenham nos livros, preferem o futebol ou o vídeo-game. A Literatura de boa qualidade nos empolga, lemos sem poder largar o livro, as páginas suscitam nossa emoção, respondem ou provocam perguntas.

Sem a Literatura acumulada nos séculos, o ser humano estaria muito mais próximo da animalidade que ainda o caracteriza nas páginas policiais. Em minhas oficinas ninguém gasta muito tempo com aquela americana lista de soft, hard etc. etc. Falamos em cenas que não saem da memória, em emoções que derramam lágrimas, falamos em idéias e como expressa-las com eficiência. Quem entra em um Museu não fica procurando renascentistas, impressionistas, dadaistas, cubistas ou abstracionistas. O espectador inteligente não procura escolas ou datas, procura obras primas. Nossa ambição deve ser a obra-prima.

(André Carneiro)


Fonte da Imagem da Pomba = http://www.senado.gov.br/portaldoservidor/jornal/jornal121/qualidade_vida_paz.aspx

sábado, 30 de julho de 2016

A. A. de Assis (Trovia n. 194 - agosto 2016)


Felicidade é somente
uma visita apressada,
que aparece de repente
e parte sem dizer nada.
Aparício Fernandes

O amor, quando é verdadeiro,
não tem peso nem medida:
é maior que o mundo inteiro,
vale mais que a própria vida.
Colombina

Põe o melhor dos sapatos,
se vais dar um passo em falso.
– O mundo apenas condena
quem deu tal passo descalço...
Edson Macedo
 

No meu carro eu vou tranquilo,
tenha a estrada sombra ou luz,
pois eu sei que, ao dirigi-lo,
eu dirijo... Deus conduz!
J.G. de Araújo Jorge

Tantas lágrimas no peito
a vida me fez guardar,
que agora, meio sem jeito,
já nem sei se sei chorar...
João Freire Filho

Um lírio branco perdido
nalgum jardim, descuidado,
deve saber o sentido
de se amar sem ser amado.
Miguel Russowsky

Meu coração, vacilante,
ressoa em cada batida.
Igual a um tambor distante
marcando o passo da vida.
Newton Meyer
 

O amor que a teu lado levas,
a que lugar te conduz,
que entras coberto de trevas
e sais coberto de luz?
Olavo Bilac

Quando morre, não termina
de um sábio o estro fecundo:
– o sol, ao pôr-se, ilumina
a outra parte do mundo...
Orlando Brito

Por aparências não deve
ninguém tirar conclusões:
conheço seios de neve
tendo o calor dos vulcões.
Oscar Batista

Um beijo apenas, de leve,
trocado a medo, querida...
Como pôde união tão breve
nos prender por toda a vida?!
Rodolpho Abbud
 

Dizem que os olhos não falam,
mas os teus sabem falar...
– Todas as bocas se calam
quando fala o teu olhar!
Vasco de Castro Lima


 
Se o teu beijo, que inebria,
deixasse os lábios doendo,
o bairro não dormiria,
com tanta gente gemendo!...
Edmar Japiassú Maia – RJ

Brasileiro é valentia,
não dá seu braço a torcer.
Abre a marmita vazia
e sonha que vai comer.
Eliana Ruiz Jimenez – SC

De surpresa, muitas vezes,
vinha o noivo da vizinha...
E, depois de nove meses,
nasceu uma surpresinha...
Flávio Roberto Stefani – RS
 

Eta mulher jogo duro!
Por mais que eu implore e tente,
não me garante o futuro...
só quer saber de... presente.
João Costa – RJ

Tive tantas namoradas...
Tantas... Tantas... Que castigo!
Hoje estão todas casadas;
nenhuma delas comigo!
Hélio Azevedo de Castro – PR
 

Sou louco quando preciso
e o remorso não me assalta;
eu nunca tive juízo
e ele nunca me fez falta...
Milton S. de Souza – RS
 

O ciumento não atura
um terceiro no seu ninho:
quando compra fechadura,
logo tampa o buraquinho...
Neide Rocha Portugal – PR
 

Nas capelas, a candura
das esposas nas novenas.
Fora delas, a aventura
dos maridos “noutras” cenas...
Olga Agulhon – PR



O difícil no fácil é criar algo dentro da simplicidade que deve caracterizar a trova. – Maria Thereza Cavalheiro


 
Tão bela, tão generosa,
símbolo eterno da paz,
pede desculpas a rosa
pelos espinhos que traz!
A. A. de Assis – PR

Não se apegando ao botão,
se abre a rosa, sem queixume.
Pode, por isso, em doação,
no mundo espalhar perfume.
Adélia Maria Woellner – PR
 

Meu pai, muito te agradeço
por tudo que me ensinaste;
não existe nenhum preço
pelo tanto que me amaste.
Agostinho Rodrigues – RJ
 

Teu abraço bem repleto
de carícia, eu retribuo,
na ardente festa de afeto
que contigo hoje usufruo!
Ailton Rodrigues – RJ

Depois de uma certa idade,
entramos na contramão,
transformando em amizade
o que antes era paixão!
Alberto Paco – PR
 

O amor que parte e que volta
volta mais forte e mais rijo;
dá a volta e de mim se solta
buscando outro esconderijo.
André Ricardo Rogério – PR
 

Xícaras postas na mesa
e o café sobre o fogão...
Só não aguento a incerteza
se você virá ou não.
Antônio Seixas – RJ

Os namoros no passado
eram raros de encontrar.
Hoje é clique no teclado
e já tem com quem amar.
Ari Santos de Campos – SC
 

O amor, para muita gente,
é diversão perigosa.
Quem não sabe ser prudente
transforma em espinho a rosa.
Arlene Lima – PR

Pobre horizonte, pequeno,
de quem crê, sem ver mais nada,
que uma rosa com sereno
é só uma rosa molhada.
Arlindo Tadeu Hagen – MG
 
 
 
Saudade dos meus passeios
pelo teu corpo sensual:
a boca, as pernas, os seios,
o et cétera e tal...
Bruno Pedina Torres – RJ

Há vidas que se parecem
com as roseiras viçosas:
quando podadas, mais crescem
e mais se cobrem de rosas!
Carolina Ramos – SP

Julguei-o frio, entretanto
um soluço o denunciou;
abracei aquele pranto
que o homem forte chorou.
Cida Vilhena – PB

No colo a filha do filho
pela avó é acalentada,
qual noite sem luz e brilho
embalando a madrugada.
Conceição Assis – MG
 

Senhor, neste amanhecer,
louvo a tua criação:
da aurora ao entardecer,
eu te encontro em meu irmão.
Cônego Benedito Telles – PR

Gracias a los sembradores
que han tomado conciencia,
pues serán consechadores
de las mies por su prudência,
Cristina Oliveira Chávez – USA

Do vale emergi ao topo,
da relva virei madeira,
do poço fui ao escopo
e em tudo fui verdadeira.
Dáguima Verônica – MG

Pelos caminhos sem fim
que a vida me fez trilhar,
fiquei perdida de mim,
sem conseguir me encontrar!
Delcy Canalles – RS
 

Agora, que tu partiste,
sinto a força da verdade
do grito de dor que existe
no silêncio da saudade.
Domitilla Borges Beltrame – SP
 

Triste tapera e mais nada
restou do meu sentimento;
o mato a invadir a estrada,
porteira a bater ao vento.
Dorothy Jansson Moretti – SP

Ousadia é para poucos,
que têm pela vida afã:
é destes, chamados loucos,
o domínio do amanhã.
Edweine Loureiro – Japão

Nossos silêncios serenos
não nos constrangem jamais:
quando lábios falam menos,
olhos dizem muito mais...
Élbea Priscila – SP

Adeus com dores combina,
adeus inspira piedade.
Adeus de amor, triste sina
de quem vive de saudade!
Eliana Palma – PR
 

Enquanto a saudade avança,
e eu não sei se vais voltar,
vivo as festas da esperança
que não cansa de esperar!
Elisabeth Souza Cruz – RJ

Piso de terra batida,
distante do chão da praça!...
Foi toda a graça da vida,
essa casinha sem graça!
Prof. Francisco Garcia – RN

Nos percalços desta vida
encontrei pelo caminho
rosas, lótus, margarida,
e um bom punhado de espinho
Francisco José Pessoa – CE

Deus, em toda a sua glória,
com tanta grandeza e brilho,
pra completar sua história,
quis ter mãe e quis ser filho!
Gislaine Canales – RS

Não sei se é pecado ou vício,
bobeira... sei lá mais quê
este agridoce suplício
de só pensar em você!
Jeanette De Cnop – PR


Trova humorística é um modo inteligente de dizer de forma engraçada alguma coisa às vezes séria. – Colbert Rangel Coelho

Quem compõe versos amenos,
que os acalantos coleta,
parece que morre menos,
como nos disse o Poeta...
JB Xavier – SP

Tão longe busquei o amor,
por que fui tão longe assim?
Tanta busca, tanta dor,
e estavas perto de mim...
Jessé Nascimento – RJ

Cessa a chuva... e por instantes
o arco-íris, lá em cima,
ilumina os habitantes
e o poeta encontra a rima.
Jorge Fregadolli – PR

Ó minha amada esperança,
brincalhona e sorridente!
És um resto de criança
que fica dentro da gente...
José Fabiano – MG

Doce flor que desabrocha
perfumando seu cantinho,
envolvendo toda rocha
com doçura e com carinho.
José Feldman – PR
 

Não há fortuna guardada
que pague o gesto de quem
divide o seu quase nada
com outro que nada tem.
José Ouverney – SP

Perder o tempo não vou
tentando o tempo entender:
hoje amanhã se chamou,
amanhã hoje vai ser.
José Lira – PE

Quisera ser como o sol,
que, ao declinar no poente,
enche de luz o arrebol
e volta a ser sol nascente!
Lucília Trindade Decarli – PR

Foi no tempo da janela
e do namoro à distância
que a vida, muito mais bela,
tinha tão grande importância!
Luiz Carlos Abritta – MG
 

Na estrada das aventuras
vemos quedas sem guarida,
algumas tão prematuras,
outras no fim da corrida.
Luiz Damo – RS
 

Não cobres minha presença
com tolos ressentimentos...
Quando a intolerância pensa,
a mágoa chega no vento.
Luiz Poeta – RJ
 

Fecho os olhos... me aquieto...
e ao sentir doce fragrância
de bolo, sonhos e afeto,
retorno à casa da infância.
Luzia Brisolla Fuim – SP
 

Desde o plantio a semente
cumpre um destino fecundo:
o combate permanente
à fome que ameaça o mundo.
Maria Luíza Walendowsky – SC
 

Naquele dia, tristonho,
pousaste os olhos nos meus:
vivi na tarde do sonho,
morri na noite do adeus.
Maria Thereza Cavalheiro – SP
 

É  pura  e  doce  poesia
caminhar  à beira-mar,
envolvida em fantasia,
sem ver o tempo passar.
Marta Codeço – RJ
 

Segue, meu filho, na estrada,
os trilhos da retidão;
sê firme, em cada pisada,
que as honras te seguirão.
Maurício Norberto Friedrich – PR


Não pergunte a um trovador quantas trovas ele já escreveu. Pergunte-lhe quantas trovas já leu.

A semente até parece
morta na cova em que é posta
e a terra sempre oferece
a vida como resposta.
Messias da Rocha – MG
 

Quem me dera alguém pudesse
entender meu sentimento;
seria a trova uma prece
para o fim do sofrimento.
Neiva Fernandes – RJ
 

O planeta está fadado
a sumir completamente,
pois a força do machado
já supera a da semente.
Nélio Bessant – SP

Xeroquei a sua imagem
e guardei na minha mente;
sempre na minha abordagem
é você que está presente.
Neiva Fernandes – RJ

Plante a semente do bem,
da caridade perfeita,
que com o tempo, aqui e além,
surgirá farta colheita.
Nilsa Alves de Melo – PR
 

Amor cigano, utopia,
triste  busca por alguém;
quem tem um amor por dia
não tem o amor de ninguém.
Olympio Coutinho – MG
 

Mesmo em meio à dura lida,
tu verás sorrisos meus,
pois quem mais sorri na vida
tem sempre as bênçãos de Deus.
Renato Alves – RJ
 

Mulher de rara beleza
não deve, jamais, pintar-se,
pois obra da natureza
não necessita disfarce.
Ruth Farah – RJ
 

Não sei, talvez por loucura,
confesso até para a lua
que a minha boca procura
um sim saindo da tua!
Sarah Rodrigues – PA
 

Deixa a lágrima rolar...
Deixa teu pranto fluir...
Quem nunca sabe chorar
não é capaz de sorrir.
Selma Patti Spinelli – SP
 

De estrelas toda bordada,
sem telhado a lhe abrigar,
a tapera abandonada
no chão abriga o luar!
Sônia Sobreira Silva – RJ
 

Na escola de nossa vida
uma lição aprendi:
a caminhada sofrida
faz eternizar o aqui.
Talita Batista – RJ
 

Eu lutei quando quis ter
teu amor... e o consegui!...
Depois, eu quis te esquecer,
e esse combate... eu perdi.
Therezinha Dieguez Brisolla – SE
 

Ao vento não lances praga;
pensa, repensa e medita,
pois a boca sempre paga
pela frase que foi dita!
Vanda Alves – PR

Um abraço, eu considero,
cura ao alcance da mão,
é grátis, de custo zero:
- Não tem contraindicação!
Vânia Ennes – PR

Não me importam a censura
e o louvor da sociedade:
procuro viver à altura
da minha própria verdade.
Wanda de Paula Mourthé – MG
 

Por faltar ao mundo a "essência"
que faz germinar o amor,
cresce o "joio" da violência
e o "trigo" morre de dor.
Wandira Fagundes Queiroz – PR

O caminho procurado,
que nos leva à salvação,
constantemente é indicado
pela seta do perdão.
Yedda Patrício – MG

Nenhum comentário:

Autor Anônimo (Oração do Cão Abandonado)

DEUS
Sei que sou um ser criado por ti, para ser amado
pelos homens mas nasci sem a sorte de alguns de minha espécie.

Hoje meu dono levou-me a um passeio de carro.
Chegamos em uma praça, ele tirou minha coleira,
me fez descer do carro, e virando-me as costas,
foi embora e nem se despediu.

Tentei segui-lo mas o carro corria muito e não pude alcançá-lo.
Caí exausto no asfalto. Ainda não entendi. Por que ele me abandonou?

Eu sempre o recebi abanando o rabo, fazia festa e lambia seus pés.
Sempre lati forte, para defendê-lo e afastar os estranhos da porta.

Eu brincava com as crianças... ah! elas me adoravam.
Que saudades. Será que elas ainda se lembram de mim?

Deus, eu fico imaginando como seria bom se eu pudesse
comer agora. Puxa, estou faminto.

Não tenho água para beber, e estou tão cansado.

Procuro um cantinho onde possa me abrigar da chuva,
mas muitas vezes sou chutado.
As pessoas não gostam muito de mim aqui nas ruas.

Estou fraco, não consigo andar muito,
mas encontrei enfim um lugar para passar essa noite.

Está muito frio e o chão está molhado.
Já não tenho pêlo para me aquecer, estou doente,
e creio que ainda hoje vou me encontrar contigo.
Aí no céu meu sofrimento vai terminar.

Peço-vos então, pelos outros, por todos os cãezinhos e animais
abandonados nas ruas, nos parques, nas praças.

Mande-lhes pessoas que deles tenham compaixão,
pois sozinhos, viverão poucos meses, serão atropelados,
sofrerão maltratos dos impiedosos. Proteja-os.

Amenize-lhes esse frio, com o calor das pessoas abençoadas.

Diminua-lhes a fome, tal qual a que sinto, com o alimento do amor que me foi negado.

Sacie-lhes a sede com a água pura dos Seus ensinamentos.

Elimine a dor das doenças, dos maltratados, estirpando a
ignorância do homem.

Tire o sofrimento dos que estão sendo sacrificados em atos
apregoados como religiosos, científicos, tirando das mãos
humanas a sede pelo sangue.

Abrande a tristeza dos que, como eu, foram abandonados,
pois, dentre todos os sofrimentos, esse foi o maior e mais
duro de suportar.

Receba, DEUS, nesta noite gelada, a minha alma, e
minha oração pelos que aqui ficam. É por eles que vos peço,
pois não são humanos, mas são Seus filhos, e são leais e inocentes, e foram criados por Suas mãos e merecem o Seu abrigo.

Amém.

Enviar a pagina em pdf por e-mail

Send articles as PDF to