Singrando Horizontes

Vive muito mais feliz
quem bebe as águas das fontes,
e, também, minh´alma diz,
quem vai Singrando Horizontes !
(Ialmar Pio Schneider - Porto Alegre/RS)

Vai, Singrando Horizontes,
O infinito é a ambição
rumo aos mais distantes montes,
rumo à imaginação!
(Sinclair Pozza Casemiro - Campo Mourão/PR)

Você é a Gralha Poeta
que leva nossa poesia
ao mundo, em que o grande esteta
criou com tanta harmonia!
(Nei Garcez – Curitiba/PR)
Nas artes e na literatura, vão surgindo as classificações didáticas, as separações por faixas etárias, estilos, temáticas etc. Ha professores e alunos no Brasil, que aprendem só isso da produção artística. Decoram nomes, escolas e datas, mas não se embrenham nos livros, preferem o futebol ou o vídeo-game. A Literatura de boa qualidade nos empolga, lemos sem poder largar o livro, as páginas suscitam nossa emoção, respondem ou provocam perguntas.

Sem a Literatura acumulada nos séculos, o ser humano estaria muito mais próximo da animalidade que ainda o caracteriza nas páginas policiais. Em minhas oficinas ninguém gasta muito tempo com aquela americana lista de soft, hard etc. etc. Falamos em cenas que não saem da memória, em emoções que derramam lágrimas, falamos em idéias e como expressa-las com eficiência. Quem entra em um Museu não fica procurando renascentistas, impressionistas, dadaistas, cubistas ou abstracionistas. O espectador inteligente não procura escolas ou datas, procura obras primas. Nossa ambição deve ser a obra-prima.

(André Carneiro)


Fonte da Imagem da Pomba = http://www.senado.gov.br/portaldoservidor/jornal/jornal121/qualidade_vida_paz.aspx

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

A. A. de Assis (Revista Virtual de Trovas Trovia n. 176 – agosto de 2014)




 Inesquecíveis

Dotada de amor profundo,
meiga e doce em seu mister,
que graça teria o mundo,
sem a graça da mulher?
Aparício Fernandes

Nas sábias leis do Senhor
há uma sequência invertida:
– é a vida gerando o amor...
– é o amor gerando a vida...
Célio Grünewald

Antes verdade isto fosse:
dizer que não penso em ti...
Mas basta ver-te, e acabou-se...
me esqueço que te esqueci.
J.G de Araújo Jorge

Saudade é assim como fado
lembrando quem vive ausente:
é um suspiro do passado
na garganta do presente.
Lilinha Fernandes

Gastei minha vida inteira
te esperando, amor, em vão...
Preferiste por parceira
tua própria solidão!
Margarida Gioia

Nosso romance foi breve...
mas que importa o tempo escasso,
se a saudade ainda escreve
teu nome em tudo o que eu faço?
Nydia Iaggi Martins

===========

Brincantes

Vem vindo uma onda nova,
daquelas que ninguém breca.
Já-já vai ser posta à prova:
tatuagem na careca...
Antônio da Serra – PR

No trabalho a vida é dura:
minha grana é tão ausente,
que vendi a dentadura
pra comprar pasta de dente!
Clenir Neves Ribeiro – Austrália

O trabalho não me engana,
disto não arredo um pingo:
quero uma nova semana
só com sábado e domingo!
Héron Patrício – SP

Mostrando o corpo bem feito,
protestou em altos brados,
sentindo as mãos de um sujeito
testando os seus predicados...
Maria Nascimento – RJ

Grita de dor o marido,
e desabafa a mulher:
– O problema, meu querido,
é salvar o fecho-eclair!...
Neide Rocha Portugal – PR

Trabalha no vestiário,
onde o marido é roupeiro,
e, pra aumentar o salário,
“dá bola”... pro time inteiro!
Therezinha Brisolla – SP

======================

Líricas e filosóficas

A bênção, queridos pais,
que às vezes sois mães também.
Em nome de Deus cuidais
dos filhos que d’Ele vêm!
A. A. de Assis – PR

Corrente que se arrebente
diante de pura tensão
jamais, por mais que se tente,
liberta alguém da prisão.
Agostinho Rodrigues – RJ

Lembranças da minha infância,
lembranças da mocidade.
Hoje só resta a distância
ligada pela saudade.
Alberto Paco – PR

A cantar com emoção
à luz do sol, cada dia,
faço do verso a canção,
busco na trova a alegria.
Alice Brandão – RS

Tuas recusas sem jeito
mostram, de modo evidente,
que tens meu corpo em teu leito,
com outra imagem na mente.
Almerinda Liporage - RJ

Vivo só, sem ter amor...
entretanto, não sou triste,
pois tenho paz interior
e esse é o bem maior que existe.
Amaryllis Schloenbach – SP

Quanto mais vivo, mais creio,
pelo que vejo na vida,
que só o amor sabe o meio
de curar alma ferida...
Amilton Maciel – SP

Beleza conservo ainda,
não tal qual quando era nova.
Mas me sinto bem mais linda
quando componho uma trova.
Ângela Ramalho Xavier – PR

Com amor sempre presente
e a força da educação,
livraremos o carente
dos grilhões da exploração!
Angélica Villela Santos – SP

Já perdi a compreensão:
vejam só, quanta maldade...
– Me curei do coração
para morrer de saudade!
Ari Santos de Campos – SC

Embora sozinha eu siga
e sigas também a sós,
dentro do amor que nos liga
não há distância entre nós.
Carolina Ramos – SP

Às vezes, no entardecer,
prateia a lua as ramagens.
Velha árvore a fenecer...
Com ela, as frescas aragens!
Cônego Telles – PR

Mis amigos trovadores,
sembradores del amor,
con trovas de mil sabores
hacen un mundo mejor.
Cristina Olivera Chávez – USA

Se perder o chão dos pés,
não chore, pois, em verdade,
muitas vezes num revés
se encontra a felicidade.
Dáguima Verônica – MG

Descortinar horizontes,
buscar a estrada florida,
cruzar os vales e os montes,
eis a viagem da vida..
Dari Pereira – PR

Quis rejuntá-los, tolice!
Por efeito dominó,
a ferrugem da mesmice
fez dos nossos elos...pó...
Darly O. Barros – SP

Saudade – eterna pontada
que a gente sente e não diz;
uma lembrança apagada
do tempo em que foi feliz!
Diamantino Ferreira – RJ

Olho no olho e duvido
que dispenses meu querer;
sou feiticeira, e o cupido
faz o que eu mando fazer!
Dilva Moraes – RJ

Raízes? Que são raízes?
São alinhavos de Deus,
juntando os homens felizes,
sejam cristãos ou ateus...
Dinair Leite – PR

Ah! mundo cão, mundo louco,
de guerras pelo poder...
só necessito de um pouco
de sossego pra viver.
Djalma Mota – RN

Tricotando o casaquinho,
à espera de ser vovó,
teço ternura e carinho
nos pontos em cada nó!
Domitilla Borges Beltrame – SP

Nosso romance desfeito,
pelas mágoas que deixou,
lembra-me seixos no leito
de um riacho que secou.
Dorothy Jansson Moretti – SP

Junto às roseiras formosas,
onde o amor aconteceu,
pairava o frescor das rosas,
mas o perfume... era o teu!
Edmar Japiassú Maia – RJ

Confiança é uma corrente
do mais precioso metal;
se romper, fica evidente,
nunca mais será igual.
Eliana Jimenez – SC

Meu pai imitava o canto
de mil pássaros mateiros.
Hoje, só ouvimos o pranto
das aves... em cativeiros!
Eliana Palma – PR

O meu destino mais triste,
aquele que não transponho,
é justamente o que existe
na ousadia do meu sonho!
Elisabeth Souza Cruz – RJ

Cigano, da tua andança
por esse mundo sem fim,
traz-me um pouco da esperança
que a sorte roubou de mim...
Ercy Marques de Faria – SP

Por tudo que o amor permite
paga-se um preço... E eu sabia...
Mas por te amar sem limite,
paguei mais do que devia!
Francisco Garcia – RN

Meu coração safenado
me fez ficar mais feliz,
pois está recauchutado
pra mulher que eu sempre quis!
Francisco Pessoa – CE

No jardim da minha vida,
meus filhos são minhas flores.
Vivo a ternura nascida
entre mim e os meus amores!
Gislaine Canales – RS

Eu sempre agi com prudência,
às vezes me fiz de mouco;
por capricho e até decência,
ouvi muito e falei pouco.
Gutenberg Liberato – CE

As flores que o ipê espalha
refletem a luz da lua.
Beleza não atrapalha;
ao contrário: enfeita a rua.
Hulda Ramos – PR

Seu beijo me dá prazer,
me faz perder o juízo...
Eu nem preciso morrer
para entrar no paraíso!
Istela Marina – PR

Que os nossos filhos não herdem
os males que o mundo afligem.
Nossos sonhos já se perdem
no negrume da fuligem!
Jaime Pina da Silveira – SP

Chovia na despedida,
e, na chuva que caía,
eu vi minha própria vida
que com ela se esvaía...
JB Xavier – SP

Criar filhos...requer sim
muito amor, senão vejamos:
construímos um jardim
mas das flores não cuidamos!
JBX Oliveira – SP

Não sei se é pecado ou vício,
bobeira... sei lá mais quê...
este agridoce suplício
de só pensar em você!
Jeanette De Cnop – PR

Chove-chove, chuva amiga,
bênção para a plantação.
Multiplica o fruto, a espiga,
dá mais vida e força ao chão!
Jorge Fregadolli – PR

Às vezes, Divino Pai,
quando eu converso contigo,
eu sinto que um anjo vai
orando, também, comigo.
Josafá Sobreira da Silva – RJ

Era uma noite estrelada,
quando o meu amor partiu,
e mirando a madrugada
vejo o sonho que ruiu.
José Feldman – PR

Como este mundo é perfeito!
Se a natureza é agredida,
seu pranto, em chuva desfeito,
enche os caminhos de vida!
José Lucas de Barros – RN

Entre as pessoas formosas
algumas têm almas feias,
pois fazem rondas maldosas
pelas veredas alheias!
José Messias Braz – MG

Que pena: o sol – ato falho –,
ao lhe ofertar seu calor,
matou a gota de orvalho
que brincava sobre a flor!...
José Ouverney – SP

No bem-querer eu sou crente
quando o sofrer me descora...
Que importa estar no poente
se trago as crenças da aurora?
José Valdez – SP

Cada qual vai caminhando
e o seu mundéu construindo:
ricos que vivem chorando,
pobres vivendo e sorrindo!
Laérson Quaresma – SP

Na pouca pressa que tens
de aliviar minha saudade,
enquanto espero e não vens,
transcorre uma eternidade!
Lucília Decarli – PR

Na mulher, delicadeza
é fraqueza que me intriga;
sendo mãe, é fortaleza
que os filhos pra sempre abriga.
Luiz Hélio Friedrich – PR

Trovador a lapidar
o seu “achado” tesouro
faz o sonho se tornar
um legado duradouro!
Mª da Conceição Fagundes

De ser adulta, crescer,
quanta pressa eu tinha outrora...
Mas hoje, ao envelhecer,
imploro ao tempo: – Demora!
Mª Lúcia Daloce – PR

O teu carinho constante
é musica a me embalar
encantando o meu instante
e me fazendo te amar.
Mª Luíza Walendowsky – SC

O coração machucado
pela ausência de desvelo
pode ser logo arrombado
por quem ouvir seu apelo.
Maurício Cavalheiro – SP

A trova, falada ao vento,
tal qual o vento é fugaz:
existe por um momento,
e o próprio vento a desfaz.
Maurício Friedrich – PR

Tua amizade guardei
com muito amor e afeição.
Quando de ti precisei
fui buscar no coração.
Neiva Fernandes – RJ

Esperar muito da vida,
das pessoas, é ilusão.
É um beco sem saída
que termina em decepção.
Nilsa Alves de Melo – PR

No coração trago a estrada
e, no olhar, terras sem fim...
Mas a rotina, malvada,
fez cercas no meu jardim.
Olga Agulhon – PR

Tenho zelo, cuido bem
deste velho coração,
mas de vez em quando alguém,
vem e dá um beliscão.
Raymundo Salles – BA

Parte inferior do formulário
Sob a chuva ou sol, que abrasa,
como nos tempos antigos,
o portão da minha casa
não se fecha aos meus amigos,
Renato Alves – RJ

Se as rosas tivessem voz,
diriam num canto lindo
que Deus se revela a nós
em cada rosa se abrindo.
Rita Mourão – SP

Eu não troco o meu feitiço
por um feitiço qualquer;
meu charme eu não desperdiço:
meu feitiço é ser mulher!
Roza de Oliveira – PR

Desavenças de rotina;
palavras duras ao leito...
O casamento termina
quando termina o respeito!
Selma Patti Spinelli – SP

Nos acordes da poesia,
versos de muito valor
traduzem a nostalgia
do peito de um trovador.
Sônia Ditzel Martelo – PR

Ao lento passar das horas,
aumentam as agonias...
Quanto mais tempo demoras,
mais sinto as noites vazias.
Vanda Alves da Silva – PR

Lembranças de amor desfeito...
silêncio em horas tardias,
pois tua ausência em meu leito
dorme onde outrora dormias.
Wanda Mourthé – MG

As nuvens choraram tanto,
que o sol compensa o escarcéu,
tecendo com doce encanto
mais sete cores no céu!
Wandira Fagundes Queiroz – PR



Nenhum comentário:

Autor Anônimo (Oração do Cão Abandonado)

DEUS
Sei que sou um ser criado por ti, para ser amado
pelos homens mas nasci sem a sorte de alguns de minha espécie.

Hoje meu dono levou-me a um passeio de carro.
Chegamos em uma praça, ele tirou minha coleira,
me fez descer do carro, e virando-me as costas,
foi embora e nem se despediu.

Tentei segui-lo mas o carro corria muito e não pude alcançá-lo.
Caí exausto no asfalto. Ainda não entendi. Por que ele me abandonou?

Eu sempre o recebi abanando o rabo, fazia festa e lambia seus pés.
Sempre lati forte, para defendê-lo e afastar os estranhos da porta.

Eu brincava com as crianças... ah! elas me adoravam.
Que saudades. Será que elas ainda se lembram de mim?

Deus, eu fico imaginando como seria bom se eu pudesse
comer agora. Puxa, estou faminto.

Não tenho água para beber, e estou tão cansado.

Procuro um cantinho onde possa me abrigar da chuva,
mas muitas vezes sou chutado.
As pessoas não gostam muito de mim aqui nas ruas.

Estou fraco, não consigo andar muito,
mas encontrei enfim um lugar para passar essa noite.

Está muito frio e o chão está molhado.
Já não tenho pêlo para me aquecer, estou doente,
e creio que ainda hoje vou me encontrar contigo.
Aí no céu meu sofrimento vai terminar.

Peço-vos então, pelos outros, por todos os cãezinhos e animais
abandonados nas ruas, nos parques, nas praças.

Mande-lhes pessoas que deles tenham compaixão,
pois sozinhos, viverão poucos meses, serão atropelados,
sofrerão maltratos dos impiedosos. Proteja-os.

Amenize-lhes esse frio, com o calor das pessoas abençoadas.

Diminua-lhes a fome, tal qual a que sinto, com o alimento do amor que me foi negado.

Sacie-lhes a sede com a água pura dos Seus ensinamentos.

Elimine a dor das doenças, dos maltratados, estirpando a
ignorância do homem.

Tire o sofrimento dos que estão sendo sacrificados em atos
apregoados como religiosos, científicos, tirando das mãos
humanas a sede pelo sangue.

Abrande a tristeza dos que, como eu, foram abandonados,
pois, dentre todos os sofrimentos, esse foi o maior e mais
duro de suportar.

Receba, DEUS, nesta noite gelada, a minha alma, e
minha oração pelos que aqui ficam. É por eles que vos peço,
pois não são humanos, mas são Seus filhos, e são leais e inocentes, e foram criados por Suas mãos e merecem o Seu abrigo.

Amém.

Enviar a pagina em pdf por e-mail

Send articles as PDF to