Singrando Horizontes

Vive muito mais feliz
quem bebe as águas das fontes,
e, também, minh´alma diz,
quem vai Singrando Horizontes !
(Ialmar Pio Schneider - Porto Alegre/RS)

Vai, Singrando Horizontes,
O infinito é a ambição
rumo aos mais distantes montes,
rumo à imaginação!
(Sinclair Pozza Casemiro - Campo Mourão/PR)

Você é a Gralha Poeta
que leva nossa poesia
ao mundo, em que o grande esteta
criou com tanta harmonia!
(Nei Garcez – Curitiba/PR)
Nas artes e na literatura, vão surgindo as classificações didáticas, as separações por faixas etárias, estilos, temáticas etc. Ha professores e alunos no Brasil, que aprendem só isso da produção artística. Decoram nomes, escolas e datas, mas não se embrenham nos livros, preferem o futebol ou o vídeo-game. A Literatura de boa qualidade nos empolga, lemos sem poder largar o livro, as páginas suscitam nossa emoção, respondem ou provocam perguntas.

Sem a Literatura acumulada nos séculos, o ser humano estaria muito mais próximo da animalidade que ainda o caracteriza nas páginas policiais. Em minhas oficinas ninguém gasta muito tempo com aquela americana lista de soft, hard etc. etc. Falamos em cenas que não saem da memória, em emoções que derramam lágrimas, falamos em idéias e como expressa-las com eficiência. Quem entra em um Museu não fica procurando renascentistas, impressionistas, dadaistas, cubistas ou abstracionistas. O espectador inteligente não procura escolas ou datas, procura obras primas. Nossa ambição deve ser a obra-prima.

(André Carneiro)


Fonte da Imagem da Pomba = http://www.senado.gov.br/portaldoservidor/jornal/jornal121/qualidade_vida_paz.aspx

sábado, 7 de maio de 2016

A. A. de Assis (Revista Virtual de Trovas "Trovia" - n. 191 - maio de 2016)



Só Deus tem uma resposta
mas ninguém sabe qual é.
A nossa vida é uma aposta
que se joga com a Fé.
Ademar Macedo
-
Não sei que mais me fascina,
que mais me traz entre abrolhos:
se os olhos dessa menina,
se as meninas desses olhos...
Belmiro Braga
-
Garoando... garoando...
essa garoa, sem fim,
é qual saudade pingando
lembranças dentro de mim...
Gioconda Labecca
-
Esperança é qualquer cousa
que não se pode explicar;
que a gente quer, mas não ousa,
com medo de se enganar.
Helena Ferraz
-
Em meio a desesperanças
de sonhos que o tempo esmaga,
se eu trago muitas lembranças,
tua lembrança me traga.
João Freire Filho
-
Bate o relógio sisudo,
mede a vida com rigor,
e o tempo, que vence tudo,
não vence a força do amor.
José Lucas de Barros
-
De todas as despedidas,
esta é a mais triste, suponho:
duas almas comovidas,
chorando a morte de um sonho!
Joubert de Araújo e Silva
-
Fiz o bem na vida, a esmo,
sem sequer olhar a quem...
E, esquecendo de mim mesmo,
fiz a mim o melhor bem!
Luiz Otávio
-
O papel é a sua arena,
o seu mundo pequenino;
movendo o poeta a pena,
por vezes move o destino...
Newton Meyer
-
Não hesites aguardando
o beijo que ela não der:
há sempre um beijo esperando
nos sonhos de uma mulher!
Nydia Iaggi Martins
-
A ventura é uma quimera
que estranhos caprichos tem,
pois vem quando não se espera,
quando se espera não vem.
Petrarca Maranhão
-
Quis-te um dia, mas fugiste;
me quiseste e o mesmo fiz.
Quando enfim nós nos quisemos,
foi a vida que não quis...
Zálkind Piatigórsky
===============
Obrigado, Ademar Schiavone, pela sua vida bonita,
pelo seu amor às letras, pelo seu amor a Maringá!

=======================

Por ironia, um defeito
a manicure consome:
não consegue dar um jeito
no marido “unha-de-fome”!
Arlindo Tadeu Hagen – MG
-
Senhor, em minha oração,
eu peço em termos exatos:
– Fazei que os maus sejam bons
e os bons sejam menos chatos...
(Autor não identificado)
-
A mulher do amolador,
que é fofoqueira afamada,
diz que casou sem amor
só pra ter língua afiada!
Clenir N. Ribeiro – RJ
-
Sem sapato... madrugada...
Ao entrar, pé, ante pé,
fui – que ironia danada –
traído pelo... chulé!
João Paulo Ouverney – SP
-
Eu já dei muita boiada
para evitar confusão...
Hoje, com fome danada,
por um bife... eu sento a mão!
Joaquim Carlos – RJ
-
Minha prenda o ardor respinga
por onde passa...  ela é arisca...
É que nem pedra de binga:
se tu risca sai faísca.
Jota José – RJ
-
Ganhei um "dogue alemão",
mas é tão mole o safado,
que, se eu quiser proteção,
só dublando o condenado!
Sérgio Ferraz – RJ
==========================


O céu deve estar cheinho
de madrinhas, mães e avós...
– Têm lá, em dobro, o carinho
com que cuidaram de nós!
A. A. de Assis – PR
-
Eu canto triste no canto
saudades do teu amor;
porém, se ouvires meu canto,
darei graças ao Senhor.
Agostinho Rodrigues – RJ
-
Tenho o calor da lareira,
do vinho tenho o sabor;
preciso achar a maneira
de ter também teu amor!
Alberto Paco – PR
-
Tão forte nos abraçamos,
confundidos no entrelaço,
que eu acho até que trocamos
de corações nesse abraço!
Almerinda Liporage – RJ
-
Sei que a vida é muito dura
e por isso não me iludo,
mas sonhar não se segura
e em sonhos alcanço tudo!
Almir Pinto de Azevedo – RJ
-
Bem-te-vi, que bom te ver!
Vim aqui pra te encontrar...
Pousa no meu pé de ipê;
quero ouvir o teu cantar.
A.M.A. Sardenberg – RJ
-
O meu melhor agasalho
é o colo de minha amada,
pois quando nele me encalho
não temo o frio ou geada!
Amilton Maciel Monteiro – SP
-
No clarão da velha chama,
de ritmos e de valores,
curitibano conclama:
– Rimai por nós, trovadores!
Andréa Motta – PR
-
Viver fiado em quimera
é coisa que não convém
porque de onde não se espera...
de lá mesmo é que não vem!
Antônio Juraci Siqueira – PA
-
A paixão é traiçoeira,
dizem que pode matar.
Eu digo que é só coceira
gostosa de se coçar.
Ari Santos de Campos – SC
-
Ferem sim, mas quero tê-las
ao longo da caminhada:
ilusões, cacos de estrelas
que enchem de luz minha estrada!
Carolina Ramos – SP
-
Coragem é um predicado
para um homem de valor;
audácia é quase pecado:
tu és quase um pecador.
Cida Vilhena – PB
-
Rasguei carta, telegrama,
fotos, bilhetes de amor,
mas ao deitar nesta cama,
rasga-me o peito esta dor!
Conceição de Assis – MG
-
Ouvir e ver as estrelas,
sonhara, enfim, o profeta.
Se Bilac falou com elas,
vale a pena ser poeta!
Cônego Telles – PR
-
Era un niño silencioso...
Con la mirada me amaba,
y con un beso amoroso
¡sin tocarme me besaba!
Cristina Olivera Chávez – USA
-
Na porteira envelhecida,
o “X” que a mantém de pé
parece os braços da vida
sustentando a nossa fé.
Dáguima Verônica – MG
-
Tenho momentos tristonhos
e às vezes nem sei por quê;
é que o príncipe que sonho
mem mesmo em sonhos se vê.
Delcy Canalles – RS
-
Saudade – eterna pontada
que a gente sente e não diz;
uma lembrança apagada
do tempo em que foi feliz!
Diamantino Ferreira – RJ
-
Enquanto proles “distintas”
esbanjam pão e agasalho,
milhões de bocas famintas
vivem clamando trabalho.
Djalma da Mota – RN
-
A estrela ainda reluz,
e a madrugada artesã
cose retalhos de luz
no alvo lençol da manhã.
Domitilla Borges Beltrame – SP
-
Que bela seria a vida
se acima de ódios mortais,
uma ponte fosse erguida
unindo margens rivais!
Dorothy Jansson Moretti – SP
-
Amigo é um irmão de fé,
que, nas quedas dos caminhos,
discreto nos põe de pé
e diz que agimos sozinhos...
Edmar Japiassú Maia – RJ
-
Minhas rotas saltimbancas
oscilam nesta escalada:
há nuvens amenas, brancas,
outras balançam-me a escada.
Eliana Jimenez – SC
-
Olho o céu: são tantos astros,
que não cabem no meu verso.
As estrelas deixam rastros:
purpurinas do universo!
Eliana Palma – PR
-
O meu deserto mais triste,
aquele que eu não transponho,
é justamente o que existe
na ousadia do meu sonho!
Elisabeth Souza Cruz – RJ
-
Deus, garimpeiro maior,
vai, no seu mister profundo,
salvando o bom e o melhor
que há nos garimpos do mundo.
Flávio Stefani – RS
-
Chega a idade!... E eu já sem graça,
na ousadia dos meus planos,
finjo que o tempo não passa
e escondo os meus desenganos!
Francisco Garcia – RN
-
Tuas palavras magoam,
mas te perdoo, pois, enfim,
são abelhas que ferroam
mas que dão mel para mim.
Francisco Pessoa – CE
-
Sou tão triste e tão sozinha,
que o eco do meu lamento,
desta saudade tão minha,
escuto na voz do vento!
Gislaine Canales – SC
-
Diz-me esta ruga esculpida,
entalhe que o tempo fez,
que a primavera da vida
só nos floresce uma vez.
Jaime Pina da Silveira – SP
-
A fuga não leva a nada,
meu caminho eu sigo em frente.
Em toda e qualquer estrada
há um anjo guardando a gente.
Jaqueline Machado – RS
-
Vivem dois lobos em mim
– um do bem, outro cruento.
Lutam, brigam, mas, ao fim,
ganha aquele que alimento.
JB Xavier – SP
-
Quantas pedras removidas
e quantas por remover.
Provações em nossas vidas
que só nos fazem crescer!
JBX de Oliveira – SP
-
A direção recebida
do meu coração não sai:
Caminho, verdade e vida
para chegarmos ao Pai!
Jeanette De Cnop – PR
-
Bendito o irmão que na roça
puxa a enxada e planta o grão,
tirando da terra a nossa
diária alimentação.
Jorge Fregadolli – PR
-
O meu prêmio, ao fim do dia,
é um sorriso na janela
de onde os lábios da alegria
beijam os meus, antes dela!
Josafá Sobreira da Silva – RJ
-
“Por que trazes a Saudade
à casa que é tua e minha?"
E a Solidão: "Na verdade,
é medo de estar sozinha..."
José Fabiano – MG
________________
Ser mãe é ainda a maneira mais bonita de ser poeta.
__________________________
Quando nós somos crianças,
tantos sonhos são sonhados.
Hoje...adultos, são lembranças
daqueles tempos passados.
José Feldman – PR
-
Mamãe fazia a polenta,
papai pitava um cigarro...
Hoje a saudade é que esquenta
o velho fogão de barro!...
José Ouverney – SP
-
Ante os açoites da sorte
e as calúnias que enfrentei,
sinto que gritei mais forte
quando altivo me calei.
José Valdez – SP
-
Nas horas mortas da noite,
sem luar e bem-querer,
tua ausência é puro açoite
que duplica o meu sofrer.
Luiz Carlos Abritta – MG
-
És meu gênio predileto,
pois, sem lâmpada e magia,
meu desejo mais secreto
me concedes dia a dia.
Luzia Brisolla Fuim – SP
-
Feliz aquele que faz
crescer o bem em redor.
É alguém que semeia a paz,
tornando o mundo melhor.
Maria Luíza Walendowsky – SC
-
É o ventre materno o espaço
da semente em gestação,
onde Deus fez seu regaço
em amor à Criação!
Maria Conceição Fagundes – PR
-
Temendo teu abandono,
meu coração – velho avaro –
soma horas mortas de sono
a madrugadas em claro!...
Maria Madalena Ferreira – RJ
________________
Na trova, que é seu veleiro, / singrando temas diversos, / trovador
é marinheiro / que navega em quatro versos. (Thereza Costa Val)

__________________________
Com volúpia e desvario,
neste amor vou mergulhar...
Eu me sinto como o rio,
que se atira para o mar!
Maria Thereza Cavalheiro – SP
-
Tem gente que esconde o pranto;
sem razão, sente vergonha;
não sabe que o desencanto
é normal quando se sonha.
Mária Zamataro – PR
-
De meu pai, um grande espelho,
hoje velho, lembro ainda,
refugiado em seu conselho:
– Sê feliz, que a vida é linda!
Maurício Friedrich – PR
-
Sou mulher e sou guerreira,
lutando em busca de paz;
da vida sou passageira
que não desiste jamais.
Neiva Fernandes – RJ
-
O tudo que o mundo tem
não vale nem a metade
da metade de um vintém
de uma sincera amizade!
Nemésio Prata - CE
-
O amor, bem como a neblina,
sempre nos turva a visão:
vem do nada e, como sina,
deixa inquieto o coração.
Olga Agulhon – PR
-
Eu não lamento a saudade
que a tudo invade, porque
é tão bom sentir saudade,
quando a saudade é você!
Olympio Coutinho – MG
-
Minha mãe... como não ser
grato por tudo o que fez?
Pois ao me ensinar a ler,
me deu à luz... outra vez!
Pedro Melo – PR
-
Rompeste um antigo laço
contudo, mantenho aceso
este amor que não desfaço,
mas disfarço com desprezo.
Relva do Egypto – MG
___________________
Felizes os trovadores, / romancistas de quadrinhas, / que fazem
de seus amores / romances de quatro linhas. (Durval Mendonça)

__________________________
Prefiro ficar no sonho
a embarcar na realidade;
lá, meu mundo é mais risonho,
mais seguro e sem maldade!
Renato Alves – RJ
-
Com os retalhos dos panos
que sobravam da costura,
mamãe fez todos os planos
de minha vida madura..
Ronnaldo Andrade – SP
-
No embalo da serenata,
quisera ser como a lua
vestindo com tons de prata
os homens tristes da rua!
Selma Patti Spinelli – SP
-
Tudo pode acontecer
no encontro de duas almas.
Tua afeição dá prazer
e sei que só tu me acalmas.
Talita Batista – RJ
-
Velho é quem, preso ao cabresto
de paixão não assumida,
busca na idade um pretexto
para ausentar-se da vida.
Thalma Tavares – SP
-
A orquídea branca e violeta...
A foto quase sem cor...
Na pequenina gaveta,
os restos de um grande amor!
Therezinha Dieguez Brisolla – SP
-
Esquecida na lareira,
esta cinza sem calor
lembra a chama passageira
que incendiou nosso amor.
Vanda Alves da Silva – PR
-
Seu forte olhar, penetrante,
me acelera o coração.
O seu perfil, estonteante,
ofusca a minha visão!
Vânia Ennes – PR
-
O vinho ao pé da lareira,
teu carinho, teu calor...
Como não ser prisioneira
desses prazeres de amor?
Wanda de Paula Mourthé – MG
==============================
Visite:
http://poesiaemtrovas.blogspot.com/
http//www.falandodetrova.com.br/
http://universosdeversos.blogspot.com/

=====================================

Nenhum comentário:

Autor Anônimo (Oração do Cão Abandonado)

DEUS
Sei que sou um ser criado por ti, para ser amado
pelos homens mas nasci sem a sorte de alguns de minha espécie.

Hoje meu dono levou-me a um passeio de carro.
Chegamos em uma praça, ele tirou minha coleira,
me fez descer do carro, e virando-me as costas,
foi embora e nem se despediu.

Tentei segui-lo mas o carro corria muito e não pude alcançá-lo.
Caí exausto no asfalto. Ainda não entendi. Por que ele me abandonou?

Eu sempre o recebi abanando o rabo, fazia festa e lambia seus pés.
Sempre lati forte, para defendê-lo e afastar os estranhos da porta.

Eu brincava com as crianças... ah! elas me adoravam.
Que saudades. Será que elas ainda se lembram de mim?

Deus, eu fico imaginando como seria bom se eu pudesse
comer agora. Puxa, estou faminto.

Não tenho água para beber, e estou tão cansado.

Procuro um cantinho onde possa me abrigar da chuva,
mas muitas vezes sou chutado.
As pessoas não gostam muito de mim aqui nas ruas.

Estou fraco, não consigo andar muito,
mas encontrei enfim um lugar para passar essa noite.

Está muito frio e o chão está molhado.
Já não tenho pêlo para me aquecer, estou doente,
e creio que ainda hoje vou me encontrar contigo.
Aí no céu meu sofrimento vai terminar.

Peço-vos então, pelos outros, por todos os cãezinhos e animais
abandonados nas ruas, nos parques, nas praças.

Mande-lhes pessoas que deles tenham compaixão,
pois sozinhos, viverão poucos meses, serão atropelados,
sofrerão maltratos dos impiedosos. Proteja-os.

Amenize-lhes esse frio, com o calor das pessoas abençoadas.

Diminua-lhes a fome, tal qual a que sinto, com o alimento do amor que me foi negado.

Sacie-lhes a sede com a água pura dos Seus ensinamentos.

Elimine a dor das doenças, dos maltratados, estirpando a
ignorância do homem.

Tire o sofrimento dos que estão sendo sacrificados em atos
apregoados como religiosos, científicos, tirando das mãos
humanas a sede pelo sangue.

Abrande a tristeza dos que, como eu, foram abandonados,
pois, dentre todos os sofrimentos, esse foi o maior e mais
duro de suportar.

Receba, DEUS, nesta noite gelada, a minha alma, e
minha oração pelos que aqui ficam. É por eles que vos peço,
pois não são humanos, mas são Seus filhos, e são leais e inocentes, e foram criados por Suas mãos e merecem o Seu abrigo.

Amém.

Enviar a pagina em pdf por e-mail

Send articles as PDF to