Singrando Horizontes

Vive muito mais feliz
quem bebe as águas das fontes,
e, também, minh´alma diz,
quem vai Singrando Horizontes !
(Ialmar Pio Schneider - Porto Alegre/RS)

Vai, Singrando Horizontes,
O infinito é a ambição
rumo aos mais distantes montes,
rumo à imaginação!
(Sinclair Pozza Casemiro - Campo Mourão/PR)

Você é a Gralha Poeta
que leva nossa poesia
ao mundo, em que o grande esteta
criou com tanta harmonia!
(Nei Garcez – Curitiba/PR)
Nas artes e na literatura, vão surgindo as classificações didáticas, as separações por faixas etárias, estilos, temáticas etc. Ha professores e alunos no Brasil, que aprendem só isso da produção artística. Decoram nomes, escolas e datas, mas não se embrenham nos livros, preferem o futebol ou o vídeo-game. A Literatura de boa qualidade nos empolga, lemos sem poder largar o livro, as páginas suscitam nossa emoção, respondem ou provocam perguntas.

Sem a Literatura acumulada nos séculos, o ser humano estaria muito mais próximo da animalidade que ainda o caracteriza nas páginas policiais. Em minhas oficinas ninguém gasta muito tempo com aquela americana lista de soft, hard etc. etc. Falamos em cenas que não saem da memória, em emoções que derramam lágrimas, falamos em idéias e como expressa-las com eficiência. Quem entra em um Museu não fica procurando renascentistas, impressionistas, dadaistas, cubistas ou abstracionistas. O espectador inteligente não procura escolas ou datas, procura obras primas. Nossa ambição deve ser a obra-prima.

(André Carneiro)


Fonte da Imagem da Pomba = http://www.senado.gov.br/portaldoservidor/jornal/jornal121/qualidade_vida_paz.aspx

terça-feira, 31 de maio de 2016

A. A. de Assis (Revista Virtual "Trovia" - n. 192 - junho 2016)

-
Chamar-me de sem-vergonha
por amá-lo, meu senhor?...
Amor que tiver vergonha
será a vergonha do amor!
Benedita de Melo

Quando estás longe, querida,
na minha angústia sem fim,
saudade é o nome da vida
que morre dentro de mim...
JG de Araújo Jorge

Nascemos irmãos comuns,
mas a ambição e os engodos
puseram nas mãos de alguns
o mundo que era de todos!
José Maria M. de Araújo

Tu gostas do que não gosto,
e eu sofro por ser assim...
Vou ver se de mim desgosto,
para gostares de mim!
Luiz Otávio

O livro, o cigarro ao lado,
o rádio, o abajur antigo...
Eu deixo tudo arrumado
fingindo que estás comigo...
Maria Tereza Noronha
 

Esperança, não me peças
que acredite em tuas juras...
Já me cansei de promessas
e me perdi nas procuras...
Mílton Nunes Loureiro

A saudade, pensativa,
e alheia ao tempo que avança,
É uma cadeira cativa
onde a velhice descansa...
Onildo de Campos

Duas almas deves ter...
é um conselho dos mais sábios:
uma no fundo do ser,
outra boiando nos lábios.
Raul de Leoni

Desço caminhos tristonhos,
tentando, em vão, descobrir,
algum vestígio dos sonhos
que desprezei ao subir...
Rodolpho Abbud

Do passado venturoso,
a alegria que sobrou
é como um doce gostoso
de uma festa que acabou.
Sebas Sundfeld

Todo amor que, terminado,
deixa saudade na gente
é como um tronco cortado:
pode brotar novamente.
Severino Uchoa

Quando eu te vejo de véu,
não há pessoa mais linda:
parece que a terra é o céu
e o céu é mais céu ainda!
Toninho Bittencourt
=====================

No amor não raro acontece
estranha feitiçaria:
quando a vontade aparece,
desaparece a energia...
Adélia Vitória Ferreira – SP

Doceiro que sai do apuro
com suspiro e rocambole
sabe o quanto já foi duro
vender só maria-mole!
Ailto Rodrigues – RJ
 

O velho tudo trocava
(de namorada, também).
– Como vassoura – explicava –,
a nova é que varre bem!
Adélia Woellner – PR


Diz o cinquentão vaidoso:
– “Eu sou madeira de lei!”
E a mulher, em tom jocoso:
– “Então deu cupim...que eu sei !”
Marta Maria Paes de Barros – SP

Ando tão curto de grana
que preciso me cuidar:
quando almoço uma banana,
guardo a casca pro jantar...
Milton Souza – RS
 

Foi de tomara-que-caia
desfilar... como previu,
foi só tropeçar na saia
e o seu “tomara”... caiu!!!
Therezinha Brisolla – SP
 

Na noite do seu casório,
sendo um noivo muito antigo,
usou até suspensório,
mas não sustentou o artigo...
Wanda de Paula Mourthé – MG


-
Vai, riozinho, sem pressa...
lembra ao mar, sem raiva ou mágoa,
que ele é grande, mas começa
num modesto olhinho d’água!
A. A. de Assis – PR

Para Deus, realmente importa
a misericórdia e a paz.
– O céu só tem uma porta:
a do bem que a gente faz.
Agostinho Rodrigues/RJ
 

Das juras que ambos fizemos
sobre a rede a balançar,
belos frutos nós colhemos:
Nossas filhas! Nosso lar!
Alberto Paco – PR

Aos céus envio um recado,
Deus  não  vejo em meu apelo...
Porém, se O tenho a meu lado,
para que preciso vê-Lo ?
Almir Pinto de Azevedo – RJ

Amar é o melhor da vida,
mas bem difícil é achar
amor que em dois se divida
para depois se juntar!
Amaryllis Schloenbach – SP

Eu quero ser o seu vinho,
o cálice que inebria;
ser seu parceiro no ninho,
ser madrugada, seu dia!
A. M. A. Sardenberg – RJ

Vi tudo o que é grandioso
e penso ter descoberto
que ser sempre generoso
importa mais que estar certo!
Amilton Maciel Monteiro – SP
 

Fez-se em verso o meu amor
e virou trova o meu verso:
seus lábios têm o sabor
das doçuras do universo.
André Ricardo Rogério – PR

Sem fazer-me de rogada,
só persiste uma verdade:
a trova em mim fez pousada,
trazendo a felicidade.
Andréa Motta – PR

Numa casinha de palha,
plantada à beira do rio,
o nosso amor agasalha
dois corações contra o frio.
Antônio Juraci Siqueira – PA
-

 
-
 Minha vida está tão linda,
vivo assim que nem bebê.
Felicidade não finda
quando fico com você!...
Ari Santos de Campos – SC

Ser mau é fácil... insiste
em ser bom, sempre a lembrar:
– bondade, às vezes, consiste
em ver, ouvir... e calar!.
Carolina Ramos – SP

A estrada foi destruída,
num desvio se tornou;
a paixão não permitida
nesse atalho enveredou.
Cida Vilhena – PB
 

Bendita a mão calejada
que trabalha a plantação
e sem colher quase nada
planta esperanças no chão!
Clenir Neves Ribeiro – RJ

Sai o hábil semeador
e lança a boa semente.
Chamado pelo Senhor,
planta-a na alma da gente.
Cônego Telles – PR

Quem leva a vida no amor,
dos sonhos nunca se cansa,
que o mundo só perde a cor
quando se perde a esperança.
Dáguima Verônica – MG
 

À mesa… taças de vinho…
Alívio de um sofredor.
Já não vive mais sozinho
quem encontrou novo amor.
Diamantino Ferreira – RJ

A mulher bela e radiante,
de olhar meigo e sedutor,
é a doce imagem constante
que há nos meus sonhos de amor.
Djalma da Mota – RN

A mamãe cura o dodói,
afaga, põe a atadura,
e o rosto do seu herói
se lambuza de ternura!
Domitilla Borges Beltrame – SP

Nas águas torvas da vida,
que já não venço, alquebrada,
a fé é a corda estendida
que me garante a chegada.
Dorothy Jansson Moretti – SP

Dê flores às mãos maldosas
para tê-las desarmadas,
pois com mãos que empunham rosas
pode-se andar de mãos dadas!
Edmar Japiassú Maia – RJ

Quando o desejo cintila
e arrebata o coração,
até o sensato vacila
e põe de lado a razão.
Eliana Jimenez – SC

Tataravó dos poemas,
a toda hora se inova.
– Não importa quais os temas,
todos cabem numa trova.
Eliana Palma – PR

Na solidão não me espanto,
pois, querendo conversar,
a saudade fala tanto
que eu nem preciso falar!
Elisabeth Souza Cruz – RJ

Lembrando o que tu dizias
do amor que tinhas por mim,
eu vi, enquanto partias,
quanto o infinito... tem fim!
Ercy Maria Marques Faria – SP

Este orgulho que carregas,
insano, dentro do peito,
foge, tão logo te entregas
de corpo e alma em meu leito.
Ester Figueiredo – RJ

Velho ponteiro safado,
de tanto as horas marcar,
andas torto, encarquilhado,
partindo sempre ao chegar.
Evandro Sarmento – RJ

Na ausência que não nos poupa,
saudade é formiga arisca
que fica dentro da roupa
e volta e meia belisca.
Flávio Stefani – RS
-

Eu passo a vida embalando
lembranças da mocidade,
e tristonho vou cantando
pra não morrer de saudade.
Francisco Garcia – RN
 

Quando a seca nos acossa
e o rio mostra seu leito,
a tristeza que há na roça
roça com força em meu peito.
Francisco Pessoa – CE

Nunca mais fiquei sozinha,
pois na Internet eu namoro,
e hoje a solidão que eu tinha
não mora mais onde eu moro!
Gislaine Canales – SC

Acordei (tinhas partido)
e me deixaste na estrada:
um pobre arbusto perdido
sem luz, sem pranto, sem nada...
Janske Schlenker – PR

Não haverá sociedade
que possa ser construída
sem a fé na humanidade
e o respeito pela vida.
J. B. Xavier – SP

Meu Deus, ante o desatino
da descrença e do desdém,
que eu pratique o teu ensino
de não julgar a ninguém!
Jeanette De Cnop – PR

Se a cada dia me entrego
e me sinto um derrotado,
quanta esperança eu renego
e me rotulo um coitado!
Jessé Nascimento – RJ

Nosso amor é tão intenso
e a confiança entre nós
fala tanto que o bom senso
deixa o ciúme sem voz.
Joana D´arc – RJ
 

Não me indagues por que te amo.
Não saberia dizer.
Eu te amo só porque te amo.
Que outra razão pode haver?
João Costa – RJ

Se esta louca nostalgia
não temesse outros fracassos,
eu juro que arriscaria
cair de novo em teus braços.
Joaquim Carlos – RJ

Quem se julga um "medalhão"
e que pensa ser "alguém",
misture-se à multidão
e verá não ser "ninguém"...
José Fabiano – MG

Música na madrugada,
chovia em meu coração,
ao saber que minha amada
perdeu-se numa canção…
José Feldman – PR

Vinde, andorinhas, no estio,
festivas, em tarde mansa,
pousar no último fio
que me resta de esperança.
José Messias Braz – MG
 

inguém chega por acaso,
nem sai, desse mundo, ileso:
cada missão tem um prazo;
toda omissão tem seu peso...
José Ouverney – SP

Não lastime as tristes horas
da viagem que angustia...
Viver é criar auroras
no ocaso de cada dia!
José Valdez – SP

Depondo as armas ao chão
e exercitando a bondade,
conhecerá o cidadão
o sabor da liberdade.
Lucília Decarli – PR

Se navegar é preciso
e viver nem tanto assim,
vou partir com teu sorriso,
em busca do mar sem fim!
Luiz Carlos Abritta – MG

Falhei nesta vida minha,
ao querer ser o teu rei
pois tu já eras rainha,
e escravo teu me tornei.
Luiz Hélio Friedrich – PR
-

A cada passo imprudente,
mais um desejo se solta;
a estrada diz: – segue em frente;
o coração pede: – volta!
Luiz Poeta – RJ

Tentei conter a saudade
usando meios diversos...
Um deles foi, em verdade,
cercá-la de quatro versos!
Maria Madalena Ferreira – RJ

Quando a cabeça deitamos
sobre o mesmo travesseiro,
não há angústia nem reclamos:
que se dane o mundo inteiro!
Maria Thereza Cavalheiro – SP

As marcas do teu batom
deixadas no meu cristal,
têm sabor e têm o tom
de um grande amor, no final...
Maurício Friedrich – PR

Como parte desta vida,
ante a angústia do momento,
nosso pranto é a dolorida
expressão do sofrimento
Nei Garcez – PR

Se o nosso amor é pecado,
escondo-o lá nos refolhos...
e só me mande recado
pelas meninas dos olhos!
Newton Vieira – MG

A rotina e os desencantos,
que fazem da vida um tédio,
têm alívio em nossos cantos
e, na trova, um bom remédio.
Olga Agulhon – PR

Na fronteira céu e mar,
eu vivo a vida esperando
a estrela a realizar
os sonhos que estou sonhando.
Olga Ferreira – RS

Passo as noites sempre em claro
contra esta insônia a lutar,
mas meu maior desamparo
é não ter com quem sonhar.
Renato Alves – RJ

Nos volteios dos deslizes,
quando o corpo já cansou,
quanto dói pisar raízes
que a nossa fé não regou
Rita Mourão – SP

O mais intenso luar
e os raios que o Sol descerra,
jamais poderão beijar
as profundezas da Terra...
Ruth Farah – RJ

Tu lês os versos que eu faço,
e nem sequer adivinhas
o segredo que eu te passo
no espaço das entrelinhas...
Selma Patti Spinelli – SP

Um alguém na multidão
anda com ar de desgosto
ao perceber a ilusão
que reside em cada rosto!...
Sônia Ditzel Martelo – PR

Na escola de nossa vida
o caminhar faz a hora:
ante a mudança sofrida,
eternizamos o agora.
Talita Batista – RJ

A semente pequenina,
num mistério tão profundo,
morre no solo em surdina
para saciar o mundo.
Vanda Alves da Silva – PR

A verdadeira amizade
chega sem pedir licença.
Mantém-se na lealdade,
e é o que faz a diferença!
Vânia Ennes – PR
 

Eu leio os versos truncados
que a minha mão rabiscou,
mas não encontro os recados
que o meu coração mandou.
Vanda Fagundes Queiroz – PR

A grande riqueza humana
consiste em se perceber
quando a luz do “ter” profana
e ofusca a Imagem do “ser”.
Wandira Fagundes Queiroz – PR

==============================
Visite:
http://poesiaemtrovas.blogspot.com/
http//www.falandodatrova.com.br/
http://ubtarapongas.blogspot.com/
http://aadeassis.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Autor Anônimo (Oração do Cão Abandonado)

DEUS
Sei que sou um ser criado por ti, para ser amado
pelos homens mas nasci sem a sorte de alguns de minha espécie.

Hoje meu dono levou-me a um passeio de carro.
Chegamos em uma praça, ele tirou minha coleira,
me fez descer do carro, e virando-me as costas,
foi embora e nem se despediu.

Tentei segui-lo mas o carro corria muito e não pude alcançá-lo.
Caí exausto no asfalto. Ainda não entendi. Por que ele me abandonou?

Eu sempre o recebi abanando o rabo, fazia festa e lambia seus pés.
Sempre lati forte, para defendê-lo e afastar os estranhos da porta.

Eu brincava com as crianças... ah! elas me adoravam.
Que saudades. Será que elas ainda se lembram de mim?

Deus, eu fico imaginando como seria bom se eu pudesse
comer agora. Puxa, estou faminto.

Não tenho água para beber, e estou tão cansado.

Procuro um cantinho onde possa me abrigar da chuva,
mas muitas vezes sou chutado.
As pessoas não gostam muito de mim aqui nas ruas.

Estou fraco, não consigo andar muito,
mas encontrei enfim um lugar para passar essa noite.

Está muito frio e o chão está molhado.
Já não tenho pêlo para me aquecer, estou doente,
e creio que ainda hoje vou me encontrar contigo.
Aí no céu meu sofrimento vai terminar.

Peço-vos então, pelos outros, por todos os cãezinhos e animais
abandonados nas ruas, nos parques, nas praças.

Mande-lhes pessoas que deles tenham compaixão,
pois sozinhos, viverão poucos meses, serão atropelados,
sofrerão maltratos dos impiedosos. Proteja-os.

Amenize-lhes esse frio, com o calor das pessoas abençoadas.

Diminua-lhes a fome, tal qual a que sinto, com o alimento do amor que me foi negado.

Sacie-lhes a sede com a água pura dos Seus ensinamentos.

Elimine a dor das doenças, dos maltratados, estirpando a
ignorância do homem.

Tire o sofrimento dos que estão sendo sacrificados em atos
apregoados como religiosos, científicos, tirando das mãos
humanas a sede pelo sangue.

Abrande a tristeza dos que, como eu, foram abandonados,
pois, dentre todos os sofrimentos, esse foi o maior e mais
duro de suportar.

Receba, DEUS, nesta noite gelada, a minha alma, e
minha oração pelos que aqui ficam. É por eles que vos peço,
pois não são humanos, mas são Seus filhos, e são leais e inocentes, e foram criados por Suas mãos e merecem o Seu abrigo.

Amém.

Enviar a pagina em pdf por e-mail

Send articles as PDF to